Kuhlmann defende manutenção dos zoológicos em SC

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O deputado Jean Kuhlmann (PSD) protocolou junto à Assembleia Legislativa moção de repúdio a um parágrafo do projeto de Lei que cria o Sistema Nacional de Proteção e Defesa do Bem-Estar dos Animais (Sinapra). A moção pede à bancada catarinense no Congresso que vote contra este ítem da matéria.

O parágrafo em questão, o 2º do artigo 50 do projeto de lei, prevê o fim dos zoológicos que não estejam sediados nas capitais do Brasil. Como lembra o deputado, os cinco estabelecimentos do tipo em Santa Catarina deixariam de existir se o projeto for aprovado, já que todos estão fora
da Capital.

Os zoológicos do Estado estão localizados em Pomerode, Brusque, Balneário Camboriú, Penha e Joinville. Para o deputado Jean, a proposta de lei tem várias qualidades, mas fechar os estabelecimentos não localizados em capitais não faz sentido. Só em Santa Catarina, estima-se
que 4 mil animais que teriam que ser transferidos para outros estados.

“Nossos estabelecimentos mantém um trabalho sério, lutam há muitos anos para se aperfeiçoar e melhorar a condição de bem-estar animal. Se aprovado, este parágrafo da lei vai criar um grande prejuízo na economia destes municípios e no turismo catarinense como um todo”, alerta
Kuhlmann.

Segundo ele, cerca de 75% dos animais mantidos em zoológicos como o de Pomerode foram resgatados. Eram comercializados pelo tráfico ilegal, foram vítimas de atropelamentos, encontrados órfãos ou vieram de circos. Vivem ali por falta de condições de retornar à natureza.

“Esperamos que os parlamentares do nosso Congresso mantenham as boas coisas deste projeto, mas que não aceitem de maneira alguma o fechamento dos estabelecimentos fora das capitais”, complementa.

Comentários