Souza Cruz investe na educação de Rio do Oeste

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Programa da Souza Cruz investe mais de R$ 200 mil em duas escolas de Rio do Oeste

Mais uma unidade de ensino da rede municipal de Rio do Oeste é beneficiada com o Programa Técnico e Social da empresa Souza Cruz. Desta vez, a contemplada foi a Escola de Educação Básica Fortunato Tarnowski, do bairro Gabiroba. “O projeto foi elaborado em 2015, quando eu ainda respondia pela Secretaria de Educação. E no início de 2016 recebemos cerca de R$130 mil para investir na instituição”, explica Lilian Bonessi Grott da Silva, diretora do Departamento de Coordenação Geral da Educação.

O recurso foi aplicado no Laboratório de Informática, que conta com 28 notebooks, mobílias e ar-condicionado. O recurso foi aplicado também na biblioteca, que ganhou mesas redondas para leitura e estantes sob medida. A Secretaria vai agora investir mais R$ 17 mil na compra de livros. “Em setembro de 2013, a escola foi destruída por um incêndio. Fizemos toda a reforma e contamos com esse apoio da Souza Cruz para a retomada dos trabalhos. A Administração Municipal só tem a agradecer à empresa, pela aprovação do projeto e pelo investimento”, reconhece o prefeito Humberto Pessatti.

A inauguração do Laboratório de Informática e da Biblioteca está marcada para o dia 7 de Setembro, a partir das 13h15, durante o Dia da Família na Escola. Antes, às 11h30, terá almoço, com venda antecipada de cartões no valor de R$ 15,00, sendo que crianças até 10 anos pagam R$ 10,00. No cardápio: carne assada, frango e suíno, macarrão, arroz, molhos e saladas. A programação reserva ainda apresentações artísticas, brinquedos infláveis e pintura facial.

E essa não foi a primeira vez que a Souza Cruz aprova projeto da Educação de Rio do Oeste. Em 2014, a Escola de Educação Básica Vereador Alfredo Scottini também foi beneficiada. A instituição ganhou um moderno Laboratório de Ciências, Biologia, Química e Física. “Neste caso, o valor disponibilizado foi de aproximadamente R$ 100 mil”, explica a secretária Deise Busarello Leite.

Comentários