Transmissão e gravação de licitações vira lei em Ituporanga

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

De iniciativa do vereador, Claudinei Eyng “Beleco” (PMDB), foi aprovado por unanimidade na sessão dessa quarta-feira (1), o Projeto de Lei 037/2017 que dispõe sobre a transmissão e gravação digital ao vivo e via internet de todas as licitações realizadas nos poderes Executivo e Legislativo do município de Ituporanga.

Segundo o vereador “Beleco” autor do projeto, o objetivo principal dessa Lei é trazer mais transparência a população e também para as empresas que pertencem ao objeto licitado. “Esse projeto vem trazer além da transparência, a gravação de todos os processos, para que na ocasião de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), como a que foi instalada na sessão de hoje, essa Comissão tenha acesso a essas informações em áudio e vídeo e assim poder fazer uma análise mais profunda do ocorrido.

Essa Lei sem dúvida vai trazer muito mais transparência aos atos públicos realizados pelos poderes Executivo e Legislativo de Ituporanga”, afirmou o vereador.

O Presidente da Câmara, Adriano Coelho (PP) disse ser favorável a transmissão ao vivo das licitações, mas salientou que a Casa terá dificuldades até a formação do concurso público, que deve acontecer em janeiro próximo. “No momento nós não temos funcionários efetivos suficientes para a formação de uma comissão de licitação. O nosso contábil e jurídico é que estão preparando a relação de tudo que foi usado no ano de 2017 aqui na Câmara, de passagens aéreas a papel higiênico, para podermos assim fazer a licitação do próximo ano. Hoje a Câmara ainda precisa da colaboração do setor de licitação da prefeitura e se isso for transmitido ao vivo, melhor ainda”, finalizou Coelho.

 

 

Comentários