Vereador pede apoio do MP sobre situação da Barragem Oeste

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O vereador Jair Alberto das Neves, o Jinho do PP, relatou ao Ministério Público, através da Promotoria da Comarca de Taió, a situação relatada sobre as manobras de fechamento de comportas da Barragem Oeste. Ele ouviu os argumentos de  moradores do entorno da Barragem, produtores de arroz, empresários e comerciantes do município, que  não concordam com o fechamento das comportas para reter água.

“Percebo que a população não foi informada sobre essas manobras, o argumento da Defesa Civil para estocar água para a estiagem não convenceu”, disse o vereador.  Ele pediu informações sobre esse procedimento à Defesa Civil Municipal, e segundo o vereador, o responsável disse que não tinha conhecimento. Jinho lembrou que quando foram criadas as estruturas de Defesa Civil municipal, o principal objetivo era a elaboração do plano.  ( Clique Aqui)

“Também indaguei a Defesa Civil, se esse fechamento da barragem está previsto no Plano de Contingência, mas o município não tem o plano elaborado e aprovado. Na semana passada Jinho recebeu novas reclamações de outras pessoas na agricultura informando que estava sem água e que teme pelas mortes de animais. Disse ao MP, que não recebeu nenhuma resposta da Polícia Ambiental para verificação de crime ambiental.

“A Polícia Ambiental só vem averiguar a situação se alguém comunicar o fato ao MP, por isso solicitei uma vistoria, já que não sabemos se as barragens possui plano de contingência em funcionamento. Até porque, parece que a obra do canal extravasor não está finalizada e que pode ocasionar prejuízos para a sociedade em uma possível cheia”, justificou o vereador.  Jinho defende que as operações das Barragens de Taió, Ituporanga e José Boiteux sejam explicadas com antecedência aos moradores.

 

Comentários