Câmara de Taió retoma sessões após recesso menor

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Os vereadores de Taió retornam às atividades legislativas, hoje, (15/01) após a alteração da lei, que reduziu o período do recesso parlamentar. No modelo anterior, o recesso correspondia a 75 dias, contando o período na segunda quinzena do mês de julho e o recesso do dia 15 de dezembro até 15 de fevereiro.

Isso já havia acontecido em 2001. Uma emenda a Lei Orgânica Municipal, proposta pelo vereador José Gilmar Nasatto, vigorou por um período. Mas em 2002, os vereadores voltaram a fazer o recesso seguindo o Princípio da Simetria (Que é repetir o mesmo texto e prática do Congresso Nacional). Agora a Câmara mexeu com o período de recesso novamente.

A proposta de redução foi defendida pelo vereador Jair Alberto das Neves, o Jinho do PP. “Foi uma das primeiras mudanças que eu sugeri aos demais vereadores que entenderam que os tempos são outros”, comentou Jinho. O vereador também é autor da proposta que altera o Regimento Interno, que trata sobre a redução do tempo de rito de apreciação de projetos de lei.

A proposta ainda não foi analisada pela Câmara. “Hoje, a demora de tramitação de uma lei, no tempo normal é de cerca de 45 dias. Isso, se cumprirmos os prazos mínimos, sem emendas ou vistas”, avalia o vereador. Para agilizar os trâmites em 2017, os vereadores realizaram muitas sessões extraordinárias, dispensando as análises nas comissões permanentes.

A sessão ordinária de hoje começa as 19h e será transmitida pelo canal da Câmara no You Tube: www.youtube.com/cvtaio

TEXTO: Alexandre Salvador

Comentários