Descarga elétrica no microfone mata jornalista

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O jornalista Tadeu Spilere de 34 anos morreu na tarde deste domingo (14/01) em Balneário Rincão, no Sul catarinense, depois de levar um choque elétrico, conforme o Corpo de Bombeiros. Ele teve uma parada cardiorrespiratória em seguida.

De acordo com os bombeiros, Tadeu Spilere estava em uma festa no bairro Zona Sul. Os participantes contaram aos socorristas que, por volta das 16h50, ele estava na piscina. Havia uma banda de música e pediram para que ele cantasse. Ele levou o choque ao pegar no microfone.

Os bombeiros tentaram a reanimação, mas ele já não tinha sinais vitais depois de levar a descarga elétrica, foi encaminhado ao Hospital São Donato, mas faleceu a caminho. O jovem jornalista exerceu a profissão em diversos veículos, como no extinto Jornal da Manhã onde foi setorista do Tigre e atuou na comunicação da equipe do Caravaggio FC.  Também foi assessor de imprensa da Câmara de Vereadores de Nova Veneza.

O velório do jornalista será na Capela mortuária do Caravaggio e o enterro no mesmo cemitério, às 17h desta segunda (15)

Comentários