Inaugurada há 15 dias, rodovia já precisa de reparos

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O deputado Antonio Aguiar (PMDB) apresentou na tribuna da Alesc, um vídeo para denunciar a destruição do asfalto da SC-477 que foi inaugurado  inaugurado no dia 08 de fevereiro, na comunidade de Moema, interior de Itaiópolis.

No vídeo, o asfalto aparece destruído e coberto de barro por caminhões da empresa Battistella, que carregam toras de madeira.Essa depredação nos enche de indignação. Lutamos tanto para conseguir o asfalto, e uma empresa que visa apenas o lucro vai lá e detona tudo, protestou Aguiar.

Ele pediu que o Deinfra apure o que está acontecendo e multe a empresa. O trecho da rodovia, que liga Itaiópolis a Rio Negrinho, no Planalto Norte, faz parte da ligação da região com o Vale do Itajaí.

O trecho inaugurado começa na Volta Triste, na localidade de Moema, em Itaiópolis, até o entroncamento com a SC-112, no distrito de Volta Grande, em Rio Negrinho, perfazendo 35 quilômetros. A obra esteve a cargo da Infrasul – Infraestrutura e Empreendimentos Ltda.

Solicitação antiga de vários municípios do Planalto Norte, a pavimentação da SC-477 vai ligar os municípios de Papanduva e Doutor Pedrinho, passando pelo interior de Itaiópolis e de Rio Negrinho, encurtando em torno de 100 quilômetros o trajeto entre o Planalto Norte e o Vale do Itajaí. São quatro lotes, com três empresas responsáveis.

Em conjunto com os oito quilômetros e meio que vão do entroncamento de acesso da Volta Grande até o novo traçado da SC-477, também já concluídos, o investimento foi de aproximadamente R$ 90 milhões.

Considerando os quatro trechos em obras, serão pavimentados aproximadamente 100 quilômetros. Os recursos, superiores a R$ 225 milhões, são do Governo do Estado, da Corporação Andina de Fomento e do BNDES.

 

Comentários