Janela partidária pode ser liberada para vereadores

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Proposta tenta incluir vereadores na “janela” que permitirá a deputados federais e estaduais trocarem de partidos sem risco de perderem seus mandatos. A tentativa de incluir os vereadores na janela partidária, que começou na quarta-feira, 07/03,  encabeçada pela deputada federal Renata Abreu (SP), presidente nacional do Podemos, enfrentou forte resistência no plenário da Câmara na semana passada.

Parlamentares da base aliada e da oposição criticaram duramente a medida, que chegou a ser chamada de “excrecência”. Sem acordo, a proposta acabou não sendo votada.

Para o deputado Esperidião Amin (PP-SC), a aprovação da janela para vereadores seria um “desastre moral”. “Essa emenda é um jabuti. São coisas díspares”, criticou Edmilson Rodrigues (PSOL-PA).

“Essa emenda é uma excrecência, uma janela da janela“, afirmou o deputado Betinho Gomes (PSDB-PE). O partido dele seria um dos prejudicados pela janela. Renata Abreu tenta atrair, por exemplo, o vereador de São Paulo Mário Covas Neto para a legenda que preside. Neto de um dos fundadores do PSDB, o vereador anunciou nessa semana que se desfiliará do partido, que já anunciou que vai pedir na Justiça o mandato dele.

 

 

 

 

Comentários