Preso, deputado João Rodrigues envia carta aos amigos

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O Deputado Federal João Rodrigues (PSD), preso na penitenciária da Papuda, no Distrito Federal, enviou à imprensa um arquivo em PDF, que explica detalhes e faz uma cronologia do processo na justiça que o condenou.Ele também mostra documentos que estão nos autos do processo que teve início em 2008, quando o mesmo era vice prefeito de Pinhalzinho, cidade do Oeste de SC.

“Vivo, juntamente com minha família, um momento de muito sofrimento e dor, e, por isso, peço que leia atentamente este documento até o fim”, pede o deputado na “CARTA ABERTA DE UM DEPUTADO PRESO”.

A intenção do parlamentar foi compartilhar, segundo ele, de  “provas cabais” de que foi condenado por um crime
que não cometeu e que “esse crime não existiu”.

“Gostaria que a verdade dos fatos fosse publicada, como foi veiculada toda a injustiça praticada. Ademais, tenho minha consciência muito tranquila de nunca ter obtido vantagens, ter enriquecido ilicitamente, não causei dano ao erário público, não estou, sequer, citado nas operações de investigação da Polícia Federal e não tenho nenhum outro processo criminal em andamento. Sou polêmico por sustentar meu ponto de vista político, mas sei que não sou corrupto. Agradeço sua atenção e receba um forte abraço do seu amigo, hoje, presidiário e injustiçado”, escreveu Rodrigues.

Leia a íntegra: CARTA DE JOÃO RODRIGUES EM 23-03-2018

 

 

 

Comentários