PSDB deve lançar chapa pura em Santa Catarina

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Na reunião da Executiva estadual do PSDB, realizada no domingo, 25/03, os tucanos de SC discutiram os rumos do partido na eleição deste ano. O partido precisa preparar um palanque para o presidenciável Geraldo Alckmin e por isso podem ficar no isolamento em Santa Catarina, pelo menos no primeiro turno.

O PSDB consultou o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, para que renunciasse a prefeitura e ficar à disposição de uma composição de chapa majoritária. O pedido foi negado e o prefeito a sob o argumento de que ele está apenas no primeiro mandato, diferente de outros. O raciocínio é de que se o PSDB for de  chapa pura e um virtual candidato de vice de Paulo Bauer deveria ser do sul, ou do Oeste do estado por uma questão geográfica.

A deputada federal Geovania de Sá, também foi cogitada como opção, mas ela teria que abrir mão de disputar a reeleição à Câmara dos Deputados. O  prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes (PSDB) já decidiu que renuncia a prefeitura até o dia 7 de abril, mas não pretende disputar vaga de vice-governador, ele prefere o Senado.

 

 

Comentários