Pouso Redondo cobra soluções na Segurança Pública

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O prefeito de Pouso Redondo, Oscar Gutz, o vice Ruy Marcos Fritsche estiveram na Secretaria de Estado de Segurança Pública, em Florianópolis, solicitando reforço da segurança em Pouso Redondo, com aumento do quadro efetivo da Polícia Civil e Polícia Militar no município. O secretário de Gabinete, Josimar Tiguera da Silva, os vereadores Samuel Rocha, Ailton Sardo e Gilberto dos Santos, representantes da Associação Empresarial de Pouso Redondo (AEPR), Bruno Amancio e Dener Gutz, e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Paulino Correa, completaram a comitiva. A reunião, na sede da SSP, na terça-feira, 27/03, foi marcada pelo deputado estadual, Patrício Destro , que acompanhou o grupo de Pouso Redondo.

A comitiva explicou ao secretário de Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Junior, que a população de Pouso Redondo vive uma sensação de insegurança, sendo constantemente vítima de roubos e furtos, sofrendo assaltos a mão armada na área central do município até durante o dia e que, com a ajuda do Governo Estadual, seria possível amenizar estes problemas, sendo o aumento no quadro de servidores da polícia o meio para prevenir a onda de criminalidade, proporcionando maior tranquilidade e segurança aos pousoredondenses.

O secretário falou que dará uma atenção especial à Pouso Redondo, com mais operações da Polícia Civil e Militar. Durante a reunião, foi levantada também a questão da Justiça não manter os condenados detidos. De acordo com o secretário, esse assunto deve ser debatido em uma reunião com o desembargador Rodrigo Collaço, presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Em fevereiro do ano passado, o prefeito Oscar, o vice Ruy, o secretário da Administração, Rafael Neitzke Tambozi, e o responsável pela pasta de Planejamento, Emerson Sousa, já estiveram na Secretaria de Estado de Segurança Pública, conversando com o então secretário César Augusto Grubba.

No dia 16 de março deste ano, o prefeito Oscar e o vice Ruy realizaram uma reunião no gabinete da Prefeitura Municipal com policiais civis e militares, vereadores, autoridades religiosas e representantes da AEPR, CDL e Sindicato dos Trabalhadores Rurais para debater sobre a segurança pública no município.

Na ocasião, o comandante do 13º Batalhão, tenente-coronel Renato Abreu, e o comandante da Companhia de Taió, capitão Mauricio Oliveira Lopes da Silva, reforçaram a ideia da rede de vizinhos, um conjunto de ações entre os cidadãos em parceria com a Polícia Militar, no sentido de informar, integrar e coordenar grupos de vizinhos para se protegerem em conjunto.

Ainda em março, foram entregues ofícios a parlamentares solicitando intervenção junto à Secretaria de Segurança Pública para aumentar o quadro efetivo da Polícia Civil e Polícia Militar na cidade.

Em dezembro do ano passado, o prefeito Oscar Gutz entregou também ao governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, ofício solicitando intervenção junto à Secretaria de Segurança Pública, aproveitando a visita do governador a Taió.

Comentários