Começa campanha de vacinação contra HPV e Meningite C

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

A Prefeitura de Taió, por meio da Secretaria de Saúde, informa que está disponível na rede a vacinação contra o HPV, para ambos os sexos. A campanha de vacinação será realizada em parceria com a equipe da Vigilância Epidemiológica e terá início neste sábado (07/04) com atendimento entre às 08h e 17h, na Secretaria de Saúde.

A vacina será oferecida para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14. É importante os pais verificarem se o adolescente já tomou a primeira vacina do HPV, pois é importante lembrar que a vacina contra o HPV para meninos também seguirá o esquema de duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Na oportunidade, a Secretaria também estará vacinando contra Meningite C, nos adolescentes de 11 a 14 anos de idade.

Para a vacinação é obrigatória a apresentação de carteira de vacinação e documento original com foto. Menores de idade devem estar acompanhados dos pais.

Até o fim de março, Santa Catarina conseguiu vacinar contra HPV apenas metade dos adolescentes de até 14 anos, ou seja, mais de 320 mil, que são público-alvo da campanha, porque muitos pais ainda têm dúvidas. Os dados são da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) no Estado.

HPV

O HPV (vírus do papiloma humano, do inglês human papiloma virus) é uma infecção sexualmente transmissível, provocada por vírus que ataca, especialmente, as mucosas (oral, genital ou anal), tanto nas mulheres como nos homens. Existem mais de 200 variações desse tipo de vírus. Alguns subtipos de HPV, segundo a literatura científica, estão associados aos cânceres do colo do útero, de pênis, de orofaringe e, até mesmo, de câncer reto-anal. Em curto prazo, a infecção não apresenta qualquer tipo de sintoma. Em longo prazo, o diagnóstico geralmente aparece quando a infecção já provocou o surgimento desses cânceres. A melhor forma de prevenção é a vacina, que funciona estimulando a produção de anticorpos específicos para cada tipo de HPV, sendo destinada exclusivamente à utilização preventiva, não tendo efeito em infecções pré-existentes ou na doença clínica estabelecida. É importante que os pais atentem para vacinar seus filhos antes do início da vida sexual, assim, caso eles sejam expostos ao vírus na vida adulta, estarão protegidos.

Meningocócica C

Doença infecciosa causada pela bactéria Neisseria meningitidis, caracterizada pela inflamação das meninges, podendo deixar sequelas ou levar à morte se o tratamento não for iniciado prontamente. A transmissão ocorre de uma pessoa para outra pela secreção respiratória (gotículas de saliva, espirro, tosse). Os principais sintomas são febre alta, rigidez na nuca que gera dificuldades para encostar o queixo no peito, dor de cabeça, manchas na pele, confusão mental, dor de garganta, vômitos, náuseas, sonolência, dificuldades para acordar, irritação, cansaço e falta de apetite.

Comentários