Anuncie aqui!
Publicado há 17:20 | Atualizado em 23/02/19 às 05:02

Cúpula estadual dissolve diretório do PSDB de Rio do Sul


O PSDB de Rio do Sul foi dissolvido, por infidelidade partidária por parte dos membros e um  grupo liderado pelo vereador Marcos Zanella deve migrar para o Partido Novo.

Membros do diretório do PSDB de Rio do Sul, foram pegos de surpresa ao saber que o partido não existe mais. O PSDB foi dissolvido, logo após a expulsão do prefeito de Rio do Sul, José Thomé, em setembro de 2018. Na época, em plena campanha eleitoral, o prefeito pediu votos em público para a chapa o adversária dos tucanos, Gelson Merisio.

O presidente estadual do partido, deputado Marcos Vieira, disse que a atitude foi tomada porque não havia motivos para manter o diretório, que também apoiou a atitude de infidelidade partidária de José Thomé.

As decisão unilateral, não agradou o único vereador do partido em Rio do Sul, Marcos Zanella, que não concordar com a atitude de “coronel”, que ainda impera na cúpula do partido.  Zanella aproveitou o imbróglio para anunciar que pretende se filiar ao Partido Novo. Isso deve acontecer só no ano que vem, isso se o vereador passar pela avaliação do processo seletivo do partido.

O prefeito de Rio do Sul, José Thomé, foi expulso do PSDB após declarar apoio à chapa encabeçada por Gelson Merisio (PSD), adversária dos tucanos na disputa ao governo de Santa Catarina.