Anuncie aqui!
Publicado há 09:17 | Atualizado em 15/03/19 às 08:03

86 detentos usam tornozeleiras eletrônicas alto e médio Vale

O número de detentos que usam tornozeleiras eletrônicas teve um crescimento considerável em Santa Catarina. Em abril do último ano, 371 equipamentos estavam sendo usados por presidiários, já no começo de 2019, são 715 pessoas utilizando as tornozeleiras.

Segundo reportagem do Jornal Diário do Alto Vale,  33 são da Comarca de Rio do Sul. Já o total na chamada na Regional 7, que compreende aos municípios de Ascurra, Blumenau, Brusque, Gaspar, Indaial, Ituporanga, Presidente Getúlio, Rio do Campo, Rio do Oeste, Rio do Sul e Taió, é de 86 detentos, sendo que cinco destes equipamentos estão em uso pela Justiça Federal.

A adoção de penas alternativas, como a prisão domiciliar com uso de tornozeleiras eletrônicas, aplicada no caso de crimes de menor gravidade, é apontada como uma das formas de amenizar o problema. O monitoramento passou a ser previsto em lei a partir de 2010. A tornozeleira funciona como um rastreador. O juiz define as regras e o preso não pode sair da área limite que foi imposta.