Vereadores querem municipalizar Capela de Oração da ACAF

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

A capela de oração da Acaf, ao lado do Cemitério Municipal Campo Santo, deve ser incorporada ao Município. Uma indicação, aprovada pelos vereadores de Taió, foi encaminhada à diretoria da Associação Catarinense de Amparo à Família, ACAF, dona do imóvel, e pede a doação do patrimônio à prefeitura.

O tema surgiu na pauta da sessão da última segunda-feira, dia 17, e no discurso dos vereadores, que enfatizaram a
importância da capela para as famílias taioenses. Ao transferir o imóvel para a prefeitura, os edis podem autorizar, por exemplo, a manutenção do jardim, limpeza e até a climatização do local.

Atualmente, o prédio já chama a atenção no seu espaço externo por um delicado jardim e, interno, com decoração
sacra e um altar em madeira, o que a municipalização pode preservar. “Hoje a entidade possui uma ampla estrutura, desde a Capela em si, aonde são realizados os preparatórios do ente querido, ou seja, o velório, como do cemitério aonde é necessário também a estruturação para o sepultamento”, descreve o documento.

Apesar da ACAF ter outros imóveis que foram citados na indicação, a capela é tratada como prioridade. Inaugurada
há 15 anos, em 6 de junho de 2004, pelas suas dependências já passaram grandes atos fúnebres de personalidades
do município.

Comentários