Tribunal de Contas avalia construção em Taió

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Atraso de obras na construção da Sala de Tomografia e Densitometria Óssea faz município de Taió consultar o Tribunal de Contas

O prefeito de Taió, Almir Reni Guski se reuniu com representantes do Tribunal de Contas do Estado (TCE), para tratar do repasse financeiro do Município que viabilize a construção da Sala de Tomografia e Densitometria Óssea, no Hospital e Maternidade Dona Lisette. No encontro em Florianópolis, intermediado pelo deputado estadual Jerry Comper, esteve acompanhado da secretária municipal de Saúde, Rozi de Souza, do advogado do Município, Cleonir Matteucci e do vereador Klaus Dieter Diel. 

O objetivo foi buscar uma solução para um impasse que impedia a transferência de recursos públicos para a entidade filantrópica que gerencia o hospital. O Município busca uma saída legal para que a estrutura seja construída com recursos públicos e possa beneficiar toda a população taioense. A solução apontada foi a construção da sala em um terreno que esteja em nome do hospital, e não em nome da Comunidade Evangélica, que é a entidade responsável pelo hospital, disse que vai avaliar a alternativa viável, para que a estrutura saia do papel. O Município agora analisa a opção sugerida, para dar os encaminhamentos necessários e projetar a estrutura. 

Comentários