Prefeitura de Taió diz que atraso é culpa da LZK

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Prefeitura de Taió diz que o atraso na pavimentação é culpa da empreiteira LZK

A prefeitura de Taió, emitiu um comunicado para justificar a paralisação das obras de pavimentação da Rua José Novotni, no bairro Padre Eduardo. Moradores reclamam das condições de abandono da estrada e município conforma que valores foram “perdidos”.  

O convênio que garantiu os recursos foi firmado com o Município de Taió em 2017 através do Ministério das Cidades, no valor de R$ R$ 547.969,76. No processo de licitação a empresa LZK Construtora Ltda venceu o certame com a proposta de R$ 382.482,92. A prefeitura diz que os outros R$ 165.186,84 do convênio retornaram imediatamente para o Ministério.

O Ministério liberou R$ 98.620,00 e a ordem de serviço para a empresa que iniciou os trabalhos em 08 de junho de 2018, mas parou os trabalhos. A Prefeitura notificou a empresa no dia 12 de novembro de 2018 para o reinício imediato da obra, sob o risco de perda do recurso. Como a obra não foi iniciada no prazo previsto, o recurso voltou para o Ministério das Cidades. A Prefeitura de Taió esclarece aos moradores, que não está medindo esforços para que o recurso retorne ao Município 

Comentários