Boato sobre 5G rendeu um projeto de lei em SC

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Um projeto de lei em Santa Catarina quer proibir o desenvolvimento do 5G no estado devido aos supostos perigos causados pela tecnologia. De acordo com a justificativa do texto, a nova geração de redes móveis poderia prejudicar a saúde de humanos e animais, inclusive exterminando certas espécies do planeta Terra, como as abelhas.

O projeto de lei 0241.5/2019 pode ser acessado no site da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina. De autoria do deputado Marcius Machado (PL-SC), o texto determina em seu artigo 1º que “ficam proibidos os testes e a instalação da tecnologia 5G (Quinta Geração de internet móvel ou Quinta Geração de sistema sem fio) no âmbito do Estado de Santa Catarina”. 

Em caso de descumprimento, a operadora pode pagar multa de R$ 100 mil, ou R$ 200 mil em caso de reincidência. Na justificativa estão o argumento que “o 5G já vem sendo estudado para substituir o 4G e ter a próxima geração lançada dentre os próximos 10 anos, seguindo o mesmo padrão de evolução das demais gerações anteriores”

Comentários