Senador Dário Berger pode deixar MDB e se reeleger no PL

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O senador Dário Berger, do MDB, achou novo argumento para deixar o partido a qual se elegeu Senador. O fato da presidência nacional do MDB, ocupada pelo ex-senador Romero Jucá, que  virou réu por corrupção milionária na Transpetro. Para Berger, isso não poderia acontecer por denigre mais ainda a imagem do partido. 

Por conta disso, Berger estuda deixar o MDB e deve aceitar o convite do colega Jorginho Mello e assinar ficha no PL, ex-PR, partido de Jorginho em Santa Catarina. Desde que perdeu eleição à presidência do MDB, pela segunda vez, Berger se sente desprestigiado.Se filiar-se mesmo ao PL, poderá fazer uma uma dobradinha com Jorginho Mello ao governo e Dário Berger disputando a reeleição ao Senado. Em 2022.

Comentários