Amandio deixa Governo Moisés

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O Secretaria Adjunto de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável do Governo Moisés, Amandio João da Silva Junior, deixou o  cargo a disposição. Em nota divulgada na tarde desta terça-feira, 17/12, ele não apontou os motivos, mas nos bastidores, circulam a conversa que era difícil a relação com o Secretário Lucas Esmeraldino, a qual Amandio era subordinado.

Indiscutível a qualidade empreendedora e gestora de Amandio, por isso estava cotado para assumir o posto de Esmeraldino. Natural de Ituporanga, ele  representava o  Alto Vale do Itajaí no Governo do Estado. Com domicilio eleitoral em Rio do Sul,  Amandio poderá disputar a eleição no ano que vem.

Confira a nota:

“Com o sentimento de dever cumprido me despeço dos colaboradores da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e do Governo de Santa Catarina o qual pude fazer parte ao lado do Secretário, Lucas Esmeraldino.

Ao findar este período incrível de 12 meses quero agradecer a oportunidade me oferecida, em especial, ao senhor Governador Carlos Moisés, com a certeza de que dei o meu melhor para auxiliar na construção de um Estado em pleno desenvolvimento, mais inovador, transparente e moderno. Por ora e, por minha inteira decisão, me despeço da função de Adjunto na SDE. Continuo firme nos meus propósitos e na admiração pela excelente condução da gestão do Governo de Santa Catarina, um trabalho que cresce a cada dia sob uma liderança exemplar.

Foi um enorme privilégio fazer parte deste projeto que continua e nos motiva a sermos melhores. Ao Governador, meu fraterno abraço; continuo um defensor do seu legado, já histórico. A todos os colaboradores da SDE, o qual tive a chance incrível de conhecer e admirar a cada um pelo excelente trabalho desenvolvido, deixo aqui o meu muito obrigado. Sigo à disposição de nossa SDE para fazer toda a passagem de gestão que se faz necessária.”

Amandio João da Silva Junior

 

Comentários