- A informação que gera opinião!

Ambulatório Geral de Especialidades está em novo endereço em Presidente Getúlio

Objetivo é centralizar os atendimentos dos especialistas.

Por Redação

10 de setembro de 2021

às 11:00

Compartilhe

 Amplo, moderno e acessível. Assim é o novo espaço do Ambulatório Geral de Especialidades, que, nesta semana, passou a funcionar na Rua Henrique Fuerbringer, nº 455, 2º andar, em frente a Câmara de Vereadores. O objetivo é melhorar o atendimento aos usuários, ao concentrar as especialidades em saúde oferecidas pelo município.

 Com a mudança, todos os especialistas passarão a atender no mesmo local. Outros serviços como Central de Atendimento, Sala de Escuta e Transporte Fora de Domicílio estão no mesmo prédio.

 “Antes, os médicos estavam atendendo no espaço montado na UBS do Niterói, a parte administrativa na Secretaria de Saúde e alguns especialistas como fonoaudióloga, nutricionista e fisioterapeuta, em outras Unidades de Saúde”, explica a secretária, Iara Possamai.

 “Procuramos sempre melhorar o acesso dos usuários à saúde, pois sabemos o quanto é um serviço essencial. Primeiro criamos o AGE, para evitar deslocamento e despesas do cidadão getuliense, que precisava sair do município para uma consulta especializada. Agora, centralizamos todos os profissionais”, completa o prefeito, Nelson Virtuoso.

 Atualmente, as especialidades médicas oferecidas são pediatria, urologia, cardiologia, psiquiatria, otorrinolaringologia, ginecologia, neurologia e consultas com cirurgião vascular. O AGE realiza também consultas com psicóloga, fisioterapeuta e práticas integrativas.

 Outros serviços oferecidos no ambulatório são exames de ultrassonografia, eletroneuromiografia, ecocardiograma, mapa, holter, eletrocardiograma, ultrassonografia, nasolaringoscopia e videolaringoscopia.

 Para ser atendido no AGE, é necessário ter encaminhamento prévio de clínico geral da Unidade Básica de Saúde de referência.

 Novidade

 Pioneira no Alto Vale, Presidente Getúlio implantou a Sala de Escuta especializada. Essa é uma determinação da Lei Federal nº 13431.

 O serviço vai ampliar proteção às crianças vítimas ou testemunhas de violência. O grupo de trabalho será formado por assistente social, psicóloga, enfermeiro e conselheiro tutelar e profissional da rede de educação.

 Além da escuta qualificada, no mesmo espaço acontecerá o atendimento da demanda de serviço social do AGE.

 Fonte: Assessoria de Comunicação, Município de Presidente Getúlio

Últimas notícias

Ao responsabilizar secretária Rozi Terezinha de Souza pela irregularidade envolvendo servidor que não bateu ponto no intervalo do almoço durante um ano, Eder Ceola foi enfático: “Ela tem que devolver esses R$ 7 mil [que o médico faturou a mais por mês] para o povo.” E acrescenta: “O que mais me deixa triste, é que dava pra tirar todas as filas da ressonância” com o dinheiro das horas extras pagas ao especialista de forma indevida.
Gestor público taioense terá que se empenhar bem mais para garantir a liberação de outros R$ 6 milhões necessários à construção do anexo do Hospital e Maternidade Dona Lisette e cumprir promessa de instalação de uma UTI no quinto andar do futuro bloco.
Para vergonha da sua gestão, Horst Alexandre Purnhagen (MDB) mantém o fracasso que vem do mandato anterior. O político ainda não conseguiu concluir uma simples ponte estaiada bem no coração da cidade. E o pior: um aditivo, recém-assinado, fez o custo do serviço aumentar R$ 470 mil.