- A informação que gera opinião!

CATEGORIA: Transparência

Canetada tinha “atualizado” auxílios de custo de viagens dele, do vice e de secretários, mas pegou mal - e pressão fez político recuar.
Estratégia pretendia apresentar defesa no caso de uma fábrica denunciada por mau cheiro e barulho, mas ‘o tiro saiu pela culatra’.
Novidade chegou para facilitar o fim da poeira e da lama – com custo bem menor – e já virou modelo em municípios da região que se inspiraram no amplo...
Publicação jornalística - que escancarou gastança com verba pública - parece ter mudado comportamento em toda a Câmara Municipal de cidade da região.
Enquanto gasta com show pirotécnico, atual gestão municipal tem empréstimo bancário milionário contraído para contornar sucateamento da frota, dívida para o contribuinte pagar ao longo de oito anos.
Enquanto isso, auxílio de custo a motoristas da saúde teve aumento quase três vezes e meia menor. Já a “Lei do Piso” do magistério não teria sido cumprida por ‘falta de recursos’.
Caso - que atormenta moradores de município do Alto Vale (SC) - já foi parar no Ministério Público (MPSC) e no Instituto do Meio Ambiente (IMA).
Povo paga, mas povo não tem direito de saber como governador e vice gastam “verbas” em SC.
Gestor municipal de Rio do Sul (SC) - município que já gasta quase meio milhão de reais por ano dos contribuintes com locações -, acaba de se desfazer de uma propriedade em área nobre da cidade. Empresa vizinha, que presta serviços à administração, comprou. Transação semelhante já deixou Secretaria de Obras sem sede própria.
Números impressionantes também indicam que uma ‘tradição’ deverá ser repetida até o fim da atual gestão estadual.