- A informação que gera opinião!

Anuário de Segurança aponta SC como o estado com menor índice de latrocínio e roubo

O anuário foi divulgado na tarde desta quinta-feira, 15.

Por Redação

16 de julho de 2021

às 12:20

Compartilhe

 Santa Catarina tem a menor taxa de latrocínio e roubo do país e ocupa o segundo lugar em mais cinco crimes, três deles contra a vida. É o que consta do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2021, publicado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e divulgado na tarde desta quinta-feira, 15. O estudo, com indicadores criminais de todos os estados do país, traz dados de mortes violentas, homicídio, latrocínio, lesão corporal seguida de morte, confronto policial, desaparecimento de pessoas, roubo e furto, injúria racial, mortes a esclarecer, suicídios, morte de mulheres, feminicídio, violência doméstica, estupro e estupro de vulnerável.

 Santa Catarina aparece como o único estado do país que não tem nenhuma morte a esclarecer e, ainda, por possuir a menor taxa de latrocínio e roubo e a segunda menor taxa de morte violenta, homicídio, lesão corporal seguida de morte, roubo e furto de veículo. Os números reforçam os balanços realizados todas as semanas pelo Colegiado Superior de Segurança Pública e publicados todos os meses no site da Secretaria de Segurança Pública. Esses balanços apontam redução da incidênia de crimes violentos, como homicídio, e, também, de crimes como furto, roubo e latrocínio.

 “O anuário confirma nossas análises e nos sinaliza onde precisamos melhorar. Para esses casos, temos na Secretaria de Segurança Pública uma comissão formada por representantes das forças de segurança que analisa, monitora e traça ações para serem implementadas em conjunto quando a taxa de um determinado crime se eleva”, analisa o coronel do Corpo de Bombeiros Militar Charles Alexandre Vieira, presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública de Santa Catarina.

 Fonte: Secom/SC

Últimas notícias

Como os políticos do mal se aproveitam de uma ‘boa cheia’ enquanto estão pouco se lixando para o cidadão de bem...
Em erro histórico, Defesa Civil de Santa Catarina demorou para autorizar fechamento das cinco comportas da Barragem Sul, em Ituporanga.
Contribuinte que receber este tipo de débito via Banco do Brasil e sem ter autorizado, deve ignorar a cobrança.