- A informação que gera opinião!

Com inscrições abertas, Programa NaSCer transforma ideias inovadoras em negócios

As inscrições estão abertas e só terminam quando alcançarem 360 projetos.

Por Redação

21 de julho de 2021

às 11:40

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 O empreendedorismo já é marca dos catarinenses. E o Governo do Estado aposta na capacitação de quem é empresário ou quer se tornar um por meio do Programa NaSCer. A cervejinha gelada, entre uma mentoria e outra, foi o que inspirou os sócios Salomão Eineck e Fernando Blômer a criar um clube de assinatura das produções artesanais. A startup ganhou forma após as orientações do programa desenvolvido em parceria entre Fapesc e Sebrae/SC, com sistema de pré-incubação e suporte para transformar uma ideia inovadora em negócio rentável. Para participar da segunda edição, basta uma ideia inovadora. As inscrições estão abertas e só terminam quando alcançarem 360 projetos.

 Para se qualificar para o programa, as propostas precisam se caracterizar como ideias de produtos (bens e/ou serviços) ou processos inovadores, com potencial para se transformar em startups que envolvam a conversão de conhecimento tecnológico em novos produtos, processos ou serviços aptos para o mercado. Para conferir, basta acessar www.fapesc.sc.gov.br.

 “Sem o NaSCer provavelmente não teríamos aberto uma empresa. A gente fez a brincadeira se tornar um negócio. Foi como se a mentoria fosse uma especialização em empreendedorismo. Ali, vimos que o mercado de cervejas artesanais está em ascensão, mas tem limitações. A gente pesquisou e notou uma variedade muito grande no Estado, mas ainda assim, poucas opções eram disponibilizadas para nós. Foi aí que descobrimos que o processo para cervejas artesanais saírem da própria região é complicado e decidimos mudar isso”, conta Eineck,

 Entre as quase 4,5 mil horas de mentorias oferecidas na primeira edição do projeto, os fundadores da Beer Hub iam até o mercado para comprar cerveja – a dupla não iniciou o programa com a ideia do clube de assinatura. Conforme o tempo passou, Salomão e Fernando perceberam que as opções de bebidas eram limitadas. Assim, surgiu a ideia de reunir cervejas artesanais de todo o estado em uma startup e enviar aos assinantes uma seleção delas regularmente.

 Satisfeito com o impacto do primeiro NaSCer, o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, reitera que o programa garante ferramentas necessárias para que um empreendedor e um negócio nasçam a partir dali. “Nós damos apoio metodológico, mentoria coletiva, mentoria individual, palestras, oficinas, workshops. Tudo isso para qualificar suas ideias, transformá-las em um plano de negócio. Estão, assim, mais aptos para oportunidades de mercado e de fomento. Aproveitem a oportunidade e participem!”, convida.

 Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Luciano Buligon, a parceria entre Fapesc e Sebrae/SC é mais um exemplo de incentivo ao desenvolvimento do Estado. “Quando detectamos habilidades específicas em uma pessoa, incentivamos que ela se desenvolva, prospere e cresça. Desta mesma forma, o Estado usa de programas e ações para impulsionar, por meio da inovação, a busca de soluções e novos negócios que gerem riqueza, desenvolvimento, capacitação e consequentemente, emprego. O Nascer é uma destas ferramentas excepcionais no incentivo a negócios inovadores e a abertura de empresas”.

 Fonte: Secom/SC

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

Dos mais de 900 lugares disponíveis no local, cerca de 500 foram utilizados.
O paratleta ibiramense, Nelson Weinrich Jr., se deu muito bem e conquistou uma medalha de outro nos 100 metros livre.
O acordo foi realizado pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE/SC).