- A informação que gera opinião!

Começa distribuição de doses para aplicação em adolescentes e reforço nos idosos

Os adolescentes necessitam de um autorização dos pais para poder receber a vacina.

Por Redação

10 de setembro de 2021

às 13:20

Compartilhe

 A Secretaria de Saúde inicia nesta sexta-feira, 10, a distribuição de 87.750 doses da vacina Pfizer às 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica de Santa Catatarina para vacinação dos adolescentes dos grupos prioritários (gestantes, puérperas, lactantes, com deficiência permanente, portadores de comorbidades e privados de liberdade) e para aplicação da dose de reforço nos idosos com 85 anos ou mais.

 O diretor da Dive/SC, João Augusto Brancher Fuck, destaca a nova fase do calendário de imunização. “Com o ritmo acelerado de vacinação em todo o estado, conseguimos iniciar o envio de doses para aplicação nos adolescentes e a dose de reforço nos idosos com mais de 85 anos de idade. É mais uma etapa importante na Campanha de Vacinação no Estado”, ressalta o diretor.

 Para que possam ser vacinados, os adolescentes devem ser autorizados pelos pais ou responsáveis. A autorização pode ser de forma verbal, caso o jovem esteja acompanhado pelos pais ou responsáveis, ou mediante apresentação de termo de consentimento devidamente preenchido e assinado pelos pais e/ou responsáveis legais. No caso dos idosos com mais de 85 anos de idade, a dose de reforço deve ser aplicada naqueles que tomaram a segunda dose da vacina há, pelo menos, seis meses.

Doses para adultos e segunda aplicação

 O estado também vai encaminhar às centrais regionais 30.580 doses da Coronavac a 124 municípios para a aplicação da primeira dose nos adultos com 18 anos ou mais ainda não vacinados. Para a aplicação da segunda dose, serão distribuídas 85.410 doses da Pfizer e 84.870 da Coronavac. Ao todo, serão 288.610 doses encaminhadas às centrais nesta sexta.

 A distribuição começa pela manhã. As doses das centrais da Grande Florianópolis, Blumenau, Itajaí, Tubarão, Criciúma, Araranguá, Jaraguá do Sul, Joinville, Mafra, Lages e Rio do Sul serão transportadas via terrestre. As doses das centrais de São Miguel do Oesre, Chapecó, Xanxerê, Concórdia, Videira e Joaçaba seguem via aérea pelo avião do Corpo de Bombeiros Militar.

 Fonte: Secom/SC

Últimas notícias

Ao responsabilizar secretária Rozi Terezinha de Souza pela irregularidade envolvendo servidor que não bateu ponto no intervalo do almoço durante um ano, Eder Ceola foi enfático: “Ela tem que devolver esses R$ 7 mil [que o médico faturou a mais por mês] para o povo.” E acrescenta: “O que mais me deixa triste, é que dava pra tirar todas as filas da ressonância” com o dinheiro das horas extras pagas ao especialista de forma indevida.
Gestor público taioense terá que se empenhar bem mais para garantir a liberação de outros R$ 6 milhões necessários à construção do anexo do Hospital e Maternidade Dona Lisette e cumprir promessa de instalação de uma UTI no quinto andar do futuro bloco.
Para vergonha da sua gestão, Horst Alexandre Purnhagen (MDB) mantém o fracasso que vem do mandato anterior. O político ainda não conseguiu concluir uma simples ponte estaiada bem no coração da cidade. E o pior: um aditivo, recém-assinado, fez o custo do serviço aumentar R$ 470 mil.