- A informação que gera opinião!

Condenado por violência sexual, professor cumprirá 31 anos de reclusão

O réu ainda foi condenado ao pagamento de indenização pelos danos morais causados às vítimas.

Por Redação

2 de agosto de 2021

às 10:20

Compartilhe

 Um professor de cidade do norte do Estado foi condenado a 31 anos e um mês de reclusão, em regime inicialmente fechado, pela prática do crime de estupro de vulnerável contra três vítimas diferentes, ao longo de um ano, por mais de sete vezes. A sentença foi prolatada pela juíza Aline Vasty Ferrandin.

 O processo tramitou em segredo de justiça, na 2ª Vara da comarca de Itapoá. Após a instrução processual, cuja complexidade foi elevada em razão da quantidade de testemunhas, ficou comprovado que o professor valia-se da autoridade que detinha sobre as vítimas para, por diversas vezes, quando ficava a sós com as alunas na sala de aula ou na biblioteca, trancar as portas e praticar os abusos.

 O réu ainda foi condenado ao pagamento de indenização pelos danos morais causados às vítimas. Porém, por se tratar de processo criminal, a indenização foi fixada apenas no valor mínimo de reparação. As vítimas podem ainda buscar o complemento de valores por meio de ação de natureza cível.

 Cabe recurso da decisão, mas ao réu foi negado o direito de aguardar sua apreciação em liberdade.

 Fonte: TJSC

Últimas notícias

Suspeita de fraude milionária com recursos federais envolve entidade de assistência social contratada por duas prefeituras catarinenses entre 2014 e 2016 e que, depois, com outro nome, firmou contrato com uma terceira prefeitura entre 2018 e 2020. Operação foi deflagrada em oito municípios.
Docente teria constrangido adolescentes a tal ponto que elas não queriam mais entrar na sala de aula. Fonte contou ao portal Alto Vale Agora que as estudantes relataram olhares insinuantes e piadas sujas dele no ambiente escolar.
Eder Ceola pede “instauração de Inquérito Civil Administrativo” contra Rozi Terezinha de Souza para apurar pagamentos totais de R$ 1,2 milhão a médico credenciado pela prefeitura.