- A informação que gera opinião!

Departamento de Meio Ambiente reverte multas em ações de educação ambiental em Rio do Sul

Jornal com edições educativas será a primeira iniciativa a aumentar a conscientização de temas ligados ao meio ambiente.

Por Clóvis Eduardo Cuco

29 de junho de 2021

às 09:20

Compartilhe

 Autuações por irregularidades ambientais nem sempre precisam ser convertidas em multas e estão aumentando a oportunidade de educação ambiental em Rio do Sul. Através de acordos em audiências conciliatórias com o Departamento de Meio Ambiente da Secretaria de Infraestrutura da prefeitura, o contribuinte pode reverter sua penalidade em benefício da comunidade. Foi o que ocorreu na última semana, em um acordo onde uma autuação foi convertida em doação de material que servirá para educação ambiental nas escolas.

 A multa foi convertida em doação de mil exemplares de jornais educativos que serão distribuídos para crianças nas escolas. São mil exemplares divididos em cinco edições diferentes, que tocam em temas importantes ao setor, como a água, sustentabilidade ambiental, resíduos sólidos, prevenção ao mosquito da dengue e saneamento básico.

 O material será entregue em escolas que tiverem interesse em realizar atividades educativas sobre o meio ambiente, como vem ocorrendo já com a Escola Professor Frederico Navarro Lins, na Barra do Trombudo.

 A conversão de multa é amparada por lei federal e decreto municipal, podendo ser discutida sempre em audiência conciliatória que é marcada após a autuação.

 Fonte: – Departamento de Comunicação, Prefeitura de Rio do Sul

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.