- A informação que gera opinião!

Estado inicia entrega de 61 tratores para municípios catarinenses

O investimento para a compra dos tratores foi de pouco mais de R$ 9,2 milhões.

Por Redação

20 de julho de 2021

às 09:40

Compartilhe

 O Governo de Santa Catarina deu início à entrega de 61 tratores para municípios do interior do estado na tarde desta segunda-feira, 19. A solenidade ocorreu na sede da Secretaria da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural, em Florianópolis. O investimento para a compra dos tratores foi de pouco mais de R$ 9,2 milhões, sendo R$ 8,3 milhões de emendas da bancada federal e R$ 911 mil de contrapartida do executivo estadual.

 Neste primeiro momento, foram entregues 13 unidades, que beneficiarão as cidades de Lages, Frei Rogério, São Cristóvão do Sul, Angelina, Aurora, Botuverá, Passo De Torres, Cerro Negro, Doutor Pedrinho, Major Vieira, Luiz Alves, Apiúna e Schroeder. Os recursos foram viabilizados pelas emendas dos deputados federais Carmen Zanotto, Celso Maldaner, e Geovania De Sá, do ex-deputado federal Décio Lima e dos senadores Dário Berger e Jorginho Mello, além de contrapartida do Estado. Os demais 48 tratores serão entregues aos municípios assim que forem disponibilizados pelas concessionárias.

 O secretário de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural, Altair Silva, destaca que as entregas ajudam na automatização das atividades agrícolas, o que estimula a permanência do homem no campo. “Com o uso das máquinas, aumenta-se a produtividade. Com uma produção maior, nós temos mais grãos e cereais. O trator é a principal ferramenta usada pelo agricultor, seja para transportar, arar a terra, gradear ou plantar. É uma ação que vai ajudar no desenvolvimento do agronegócio catarinense”, diz Silva.

 O ato foi acompanhado pelas deputadas federais Carmen Zanotto e Geovânia de Sá, e pelos deputados estaduais Silvio Dreveck, Sargento Lima e Dirce Heiderscheidt.

 Fonte: Secom/SC

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.