- A informação que gera opinião!

Estado investe R$ 33,5 milhões na compra de armamento para a Segurança Pública

Os novos armamentos serão destinados a todo o efetivo das duas instituições.

Por Redação

12 de agosto de 2021

às 13:20

Compartilhe

 O Governo de Santa Catarina irá reforçar a Segurança Pública com a modernização do armamento das polícias Civil e Militar. O valor total em investimento na compra é de R$ 33,5 milhões em pistolas semiautomáticas calibre 9 milímetros.

 Os novos armamentos serão destinados a todo o efetivo das duas instituições. Na Polícia Civil, a compra já foi via pregão internacional, o primeiro da história da corporação no que se refere à aquisição de pistolas. A empresa vencedora, a Glock, é a mesma que fornece armas à Polícia Federal.

 Para o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, o investimento é de suma importância. “Vamos melhorar a qualidade do armamento e consequentemente melhorar a qualidade da segurança do policial”, destaca.

 Na Polícia Militar, o Grupo Gestor de Governo já aprovou o processo de compra que deve ser iniciado em breve. Segundo o comandante-geral, coronel Dionei Tonet “com esse investimento, conseguiremos aperfeiçoar as condições de segurança dos nossos policiais no combate diário à criminalidade por meio de armamento mais confiável e de melhor qualidade”, afirmou.

 Fonte: Secom/SC

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.