- A informação que gera opinião!

Gente Catarina: Governo lança programa para elevar IDH de municípios

O raio de atuação avançará gradualmente até alcançar os 61 municípios de menor IDH do estado.

Por Redação

10 de setembro de 2021

às 09:00

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 O Governo do Estado lança nesta sexta-feira,10, o programa Gente Catarina, que consiste na atuação integrada de diversos órgãos estaduais para elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) nos 61 municípios que apresentam os menores indicadores. As ações serão focadas nas áreas que mais impactam na qualidade de vida dos moradores, como geração de renda, evasão escolar, mortalidade infantil e morte precoce.

 “O papel mais importante de um governo é contribuir para melhorar a vida das pessoas. É justamente o que pretendemos com o Gente Catarina. Com o programa, teremos a atuação coordenada e conjunta das secretarias de Educação, Saúde, Segurança, Desenvolvimento Econômico Sustentável e Desenvolvimento Social, além da participação estratégica da Fapesc e do Gabinete da Chefia do Executivo”, detalha o governador Carlos Moisés, idealizador do programa.

 A implantação teve início em abril, com o planejamento das ações. Em agosto, iniciaram as reuniões com os municípios. De lá para cá, os agentes envolvidos no Programa trabalharam com definição de indicadores para monitoramento, mapeamento de necessidades locais e de equipe, elaboração de editais e de orçamento. A partir do lançamento neste dia 10, o Gente Catarina será estendido de forma escalonada, começando por cinco municípios: Bom Jardim da Serra, Campo Belo do Sul, Cerro Negro, São Joaquim e Urupema.

 Como vai funcionar o programa

 Construir soluções com ações integradas é o foco principal do Gente Catarina. Para isso, programas previamente existentes, abrangendo as áreas da Educação, Saúde, Segurança, Desenvolvimento Social e Econômico, serão fomentados por meio de aportes financeiros, promovendo melhores resultados no enfrentamento das causas que impactam no baixo IDH nos municípios-alvo.

 Os planos de ação estão divididos em cinco áreas, conforme seus objetivos: Fortalecimento da Atenção Primária da Saúde – APS; Empoderamento da Comunidade Escolar; Monitoramento da Violação de Direitos; Mapeamento de Vocações; Agenda de Desenvolvimento Regional.

 Inicialmente, estão envolvidos no Programa representantes de diferentes áreas do Governo do Estado, a começar pelo Gabinete do Governador. Casa Civil, Secretaria do Desenvolvimento Social, Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Secretaria da Educação, Secretaria da Saúde, Fapesc e Secretaria de Comunicação também estarão mobilizadas na implementação do Gente Catarina.

 No âmbito Fapesc, por exemplo, está a responsabilidade, juntamente com os outros órgãos envolvidos, da operação da contratação dos bolsistas que irão colaborar no desenvolvimento do programa em cada uma de suas ações. O edital de chamada pública, com base nas necessidades locais que estão sendo levantadas, será lançado em breve, para a seleção dos profissionais.

 “Programas de Estado que atuam na base da pirâmide social com ações concretas, medições, impactos, resultados claros e gestão pública eficaz, fortalecem a sociedade e são verdadeiramente capazes de transformar a realidade social ao longo do tempo. Contribuem de modo realista para a ‘sustentabilidade’ e consequentemente para o desenvolvimento regional do nosso estado”, destaca Deborah Bernett, gerente de Pesquisa da Fapesc e pesquisadora nas áreas sociais.

 O Gente Catarina também contará com a parceria dos Centros de Inovação, nos quais serão montadas as salas de situação do programa em cada região. A primeira delas será montada no Órion Parque, de Lages.

 Fonte: Secom/SC

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

O anúncio foi feito na sessão desta terça-feira (21).
Estruturas serão erguidas por guindastes, em operação que depende da redução do nível do rio Itajaí-Açu