- A informação que gera opinião!

Governador firma convênio para realização de pós-graduação em Educação Especial

O curso é voltado exclusivamente para servidores efetivos e contará com a participação de 30 profissionais de todo o estado.

Por Redação

25 de agosto de 2021

às 14:00

Compartilhe

 Em alusão à Semana Estadual da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, o governador Carlos Moisés assinou termo de convênio para a realização da pós-graduação em “Educação Especial na Perspectiva Inclusiva”. O curso é realizado por meio de cooperação técnica entre Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) e Fundação Escola de Governo ENA. Participaram do ato de assinatura, nesta terça-feira, 24, o secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, a presidente da FCEE, Janice Krasniak, e o presidente da Fundação ENA, Aloísio José Rodrigues.

 “A educação é o instrumento maior de transformação. Uma educação de qualidade precisa de profissionais bem capacitados, por isso estamos investindo em formações em todas as áreas da educação catarinense, para avançarmos ainda mais no ensino”, disse o governador Carlos Moisés.

 A pós-graduação visa a qualificar os servidores que atuam na área da Educação Especial, tanto no campus da FCEE, em São José, quanto nas instituições conveniadas em todo o estado, promovendo o desenvolvimento de competências e habilidades fundamentais ao exercício profissional. As aulas terão início no dia 9 de setembro de 2021, com duração prevista de 16 meses.

 “Estamos trabalhando para que o professor possa proporcionar um ensino cada vez melhor para os nossos alunos. Por isso, estamos investindo em equipamentos, como a entrega de um notebook para cada docente, e também em capacitações para os profissionais da educação. O anúncio do governador Carlos Moisés vem nesse sentido, de desenvolver ainda mais a Educação Especial em Santa Catarina”, enfatizou o secretário da Educação.

 O curso é voltado exclusivamente para servidores efetivos e contará com a participação de 30 profissionais das diversas regiões do estado, os quais foram escolhidos através de processo seletivo interno realizado pela FCEE. As aulas ocorrerão em formato híbrido, com aulas online e presenciais na sede da Fundação ENA.

 Para a presidente da FCEE, Janice Krasniak, a realização desta pós-graduação lato sensu é uma grande conquista para os servidores da Educação Especial, pois vai auxiliar na qualificação do atendimento às pessoas com deficiências, Transtorno do Espectro Autista, Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade, Atraso Global do Desenvolvimento e Altas Habilidades/Superdotação. Além de apoiar pesquisas e estudos que permitam aprofundamento e atualizações com base em evidências científicas.

 “É o Governo de Santa Catarina investindo na qualidade dos profissionais da educação especial”, pontuou Janice.

 Entre as áreas de estudos e projetos científicos que serão contemplados, estão o campo da Profissionalização e Mercado de Trabalho para as pessoas com deficiências ou Transtorno do Espectro Autista; ações de reabilitação e estudos de técnicas de avaliação diagnóstica.

 Fonte: Secom/SC

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.