- A informação que gera opinião!

Governo e Celesc inauguram a ampliação da PCH Celso Ramos e primeira usina solar

A ampliação da PCH Celso Ramos vem somar 8,3 MW ao parque de usinas da Celesc Geração.

Por Redação

27 de setembro de 2021

às 11:20

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 O governador Carlos Moisés inaugurou na manhã deste sábado, 25, em Faxinal dos Guedes, a ampliação da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Celso Ramos e a primeira usina solar da Celesc. Com investimentos de 40 milhões, a PCH teve sua potência instalada de 5,6 MW ampliada para 13,9 MW, suficiente para atender aproximadamente 50 mil unidades consumidoras residenciais. Já a Usina Solar Celso Ramos é um projeto-piloto que vai injetar energia na rede de distribuição da companhia.

 “É um dia importante. A primeira usina solar da Celesc vai fazer com que a empresa tenha ainda mais eficiência injetando essa energia na rede e recebendo créditos para se tornar cada dia mais autosuficiente e melhorar ainda mais seu resultado. A companhia vem surpreendendo todos os catarinenses com seus avanços. Com a PCH, mais que duplicamos a capacidade instalada. Quando investimos em energia elétrica estamos investindo no futuro, no desenvolvimento econômico do nosso estado.”, exaltou o governador.

 O projeto da ampliação consistiu na implantação de um novo circuito adutor, com canal de adução, conduto forçado e construção de nova casa de força, com duas unidades geradoras de 4.150 kW cada. A barragem foi reforçada, assim como a subestação de conexão em 69 kV, interligada à subestação (SE) de Faxinal dos Guedes. A ampliação da PCH Celso Ramos vem somar 8,3 MW ao parque de usinas da Celesc Geração, que atualmente possui 12 usinas hidrelétricas em operação, passando a contar com 115 MW de potência instalada, no total.

 O presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, destacou que a obra de ampliação da PCH foi realizada em tempo recorde. “Todas as empresas contratadas são de Santa Catarina. Isso gerou emprego e renda e, agora, os benefícios vão continuar. Com o respaldo do governador, trabalhamos focados naquilo que ele sempre nos deu como diretriz, que é levar o bem para a sociedade catarinense”.

 Para a gerente do Departamento de Engenharia e Projetos da Celesc, Estela Christina Muller, do ponto de vista ambiental, a obra representou pouco impacto, pois se trata da amplificação  da estrutura existente, para melhor aproveitamento do recurso hídrico.

 Usina solar da Celesc vai diversificar parque gerador

 Embora as hidrelétricas sejam a principal fonte geradora de energia no país, outras fontes renováveis, como a fotovoltaica, vêm conquistando espaço no mercado energético. Em Santa Catarina, as matrizes renováveis, como eólica e solar, que geram baixo impacto ao meio ambiente, representam quase 5% da capacidade de geração instalada, segundo a Aneel. No país, elas chegam a 11%, conforme dados do ONS.

 O diretor de Geração, Transmissão e Novos Negócios, Pablo Cupani Carena, enfatizou que, em meio a pior crise hídrica registrada no país nos últimos 91 anos, a Celesc busca diversificar sua matriz energética e tornar a Celesc Geração autossuficiente. Um dos exemplos é a Usina Solar Celso Ramos inaugurada hoje.

 Classificada como microgeração, a primeira usina solar da Celesc injetará energia na rede de distribuição da companhia, energia que se transformará em créditos para a Celesc Geração. Conforme o diretor, desta forma será possível conhecer melhor a tecnologia, a operação e os custos da geração solar.

 “A Celso Ramos Solar é a primeira usina da Celesc nesse segmento. É um projeto-piloto, com potência instalada de 28 kWp, o equivalente ao consumo interno das unidades administrativas da Celesc Geração. Esse empreendimento nos permitirá conhecer a tecnologia, avançar em um novo modelo de negócios e pensar nisso como um vetor de desenvolvimento futuro, para que a Celesc possa explorar também a energia solar de forma sustentável e que ajude nas receitas do Grupo”.

 Fonte: Secom/SC

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

Evento aberto ao público será dia 19 de outubro apenas pela internet.
O investimento do Governo do Estado inclui 1,1 mil bolsas de pós-graduação para professores.
O repasse de recursos será para famílias de 19 municípios da região Oeste.