- A informação que gera opinião!

Governo reforça sistemas de inteligência e tecnologia para ampliar segurança

O sistema é voltado para identificação e localização de foragidos e de veículos usados em crimes e fraudes fiscais.

Por Redação

19 de julho de 2021

às 12:40

Compartilhe

 O governador Carlos Moisés confirmou investimento em softwares para reconhecimento facial em câmeras capazes de ler letras e números automaticamente. O sistema é voltado para identificação e localização de foragidos e de veículos usados em crimes e fraudes fiscais. A localização de pessoas desaparecidas também será possível a partir da nova tecnologia.

 Na prática, o software é um aliado dos policiais que estão em campo. Havendo a identificação positiva de um procurado, o sistema emite um sinal sonoro que é confirmado por um policial, o qual encaminha a equipe mais próxima para localização do indivíduo identificado e comprovação final da identidade.

 “Santa Catarina já é reconhecida nacionalmente como o estado mais seguro do país. Estamos investindo em tecnologia para garantir ainda mais segurança aos catarinenses, cumprindo nossa premissa de ofertar melhores serviços, minimizando os custos, em prol da sociedade”, disse o governador.

 Durante os testes, com base no cadastro de mandados de prisão em aberto, foi possível efetuar a prisão de aproximadamente 30 indivíduos. Todos efetivamente identificados pela nova ferramenta.

 “É um grande passo para a Segurança Pública do nosso estado. O governador tem investido muito nesta área e nos deu total apoio para o projeto. Santa Catarina, que já possui os menores índices de criminalidade do país, será ainda mais fortalecida”, afirmou o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de SC, coronel do Corpo de Bombeiros Militar Charles Alexandre Vieira.

 Fonte: Secom/SC

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.