- A informação que gera opinião!

Mandante de assassinato é condenado a 12 anos de reclusão

O crime aconteceu em um terreno baldio no bairro Morro Grande, em Lages.

Por Redação

19 de julho de 2021

às 10:40

Compartilhe

 O Tribunal do Júri da comarca de Lages condenou um homem a 12 anos de reclusão em regime fechado, por um assassinato ocorrido em dezembro de 2016. O crime aconteceu em um terreno baldio no bairro Morro Grande.

 Segundo consta nos autos, o acusado, na condição de membro de uma organização criminosa, agiu como mandante do homicídio. A vítima morreu em decorrência de ferimentos ocasionados por golpes de telhas e tijolos de cimento maciço.

 O Tribunal do Júri aconteceu na última quinta-feira (15) e foi presidido pelo juiz substituto André Luiz Alves. A sessão ocorreu sem a presença de público, em respeito às normas de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

 O magistrado negou que o acusado aguarde o julgamento de eventual recurso em liberdade, pois permaneceu encarcerado durante toda a tramitação processual.

 Fonte: TJSC

Últimas notícias

Suspeita de fraude milionária com recursos federais envolve entidade de assistência social contratada por duas prefeituras catarinenses entre 2014 e 2016 e que, depois, com outro nome, firmou contrato com uma terceira prefeitura entre 2018 e 2020. Operação foi deflagrada em oito municípios.
Docente teria constrangido adolescentes a tal ponto que elas não queriam mais entrar na sala de aula. Fonte contou ao portal Alto Vale Agora que as estudantes relataram olhares insinuantes e piadas sujas dele no ambiente escolar.
Eder Ceola pede “instauração de Inquérito Civil Administrativo” contra Rozi Terezinha de Souza para apurar pagamentos totais de R$ 1,2 milhão a médico credenciado pela prefeitura.