- A informação que gera opinião!

Mapeamento do ecossistema de CTI de SC ainda tem temas disponíveis para projetos

O programa faz parte da Jornada dos 25 anos da Fapesc.

Por Redação

8 de setembro de 2021

às 11:00

Compartilhe

 A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) divulgou as primeiras propostas admitidas para o Mapeamento do Ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação de Santa Catarina. Mas outros 13 temas ainda não receberam nenhuma submissão.

 O edital nº 24/2021 também passou a ser de fluxo contínuo, recebendo inscrições até fecharem todas as propostas para as 25 pesquisas e livros. Os projetos já admitidos estão disponíveis aqui. 

 O Programa #[email protected]_Conectando+Catarinenses faz parte da Jornada dos 25 anos da Fapesc, que visa otimizar a difusão e a divulgação técnico-científica e histórico-cultural de Santa Catarina, disponibilizando aos catarinenses as contribuições e a história da fundação e dos principais atores do ecossistema de CTI para o Estado.

 Segundo o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, Santa Catarina possui um ecossistema de CTI maduro, desenvolvido e reconhecido nacional e internacionalmente. “Muitos atores (entidades, universidades, pesquisadores, empreendedores e gestores) contribuíram para isso. O Governo do Estado e a Fapesc queriam dar um presente para o ecossistema de CTI e para a sociedade catarinense dentro da Jornada dos 25 anos. Assim nasceu o edital, como uma forma de levantar as principais contribuições, programas, ações, entidades e atores do estado, sistematizar essas informações e dados e contar um pouco desta história.”

 O edital recebe propostas de projetos de pesquisa de caráter histórico e bibliográfico que gerem produtos editoriais sobre o ecossistema de CTI. Cada pesquisa vai resultar, além do relatório de pesquisa, em um livro, que terá a versão impressa e eletrônica (e-book).

 Serão R$ 1,9 milhões investidos, sendo que cada projeto poderá receber até R$ 35 mil. Também serão distribuídas bolsas, que podem chegar a R$ 3 mil. Os projetos contemplados devem estar enquadrados em um dos 25 temas relacionados no edital (veja, abaixo, a lista dos temas). A execução e a entrega dos resultados devem ser feitas em até um ano. 

 “A Jornada dos 25 anos da Fapesc é um misto de comemoração e entregas para a sociedade”, explica o presidente da Fapesc. “Queremos mostrar as inúmeras contribuições que a fundação geraram para o ecossistema de CTI de Santa Catarina, bem como para toda a sociedade catarinense. Mas, também, queremos ampliar as entregas de oportunidades para os pesquisadores, inovadores, estudantes e ICTs catarinenses”.

 “A Fapesc é o braço do Governo do Estado que fomenta a pesquisa, ciência, tecnologia e inovação em Santa Catarina. Nestes 25 anos, tem exercido um papel fundamental na busca de soluções, de criar oportunidades e contribuir no desenvolvimento do Estado. Este edital vem ao encontro com as premissas da Fundação que promove o conhecimento e fortalece o ecossistema catarinense”, avalia o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Luciano Buligon.

 Fonte: Secom/SC

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.