- A informação que gera opinião!

Página do Observatório da Violência contra Mulher de SC já está no ar

Deputada Luciane Carminatti apresenta os principais recursos do site.

Por Redação

1 de setembro de 2021

às 10:20

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 Já está no ar o site do Observatório da Violência contra Mulher de Santa Catarina (OVM/SC). O evento de lançamento da página foi realizado na tarde desta terça-feira (31), na Assembleia Legislativa, na presença de representantes das instituições que integram o comitê gestor do órgão criado em março deste ano.

 Conforme a deputada Luciane Carminatti (PT), coordenadora da Bancada Feminina da Alesc e representante do Parlamento na OVM, o site tem como objetivo principal oferecer às mulheres vítimas de violência as informações e orientações necessárias para denunciar um caso de agressão e buscar ajuda. A página, conforme a parlamentar, também quer instigar o poder público a executar políticas de enfrentamento contra a violência, por meio da disponibilização de dados sobre as ocorrências registradas no estado.

 “A função do site não é ser uma central de atendimento. Para isso tem Executivo, Judiciário, cada uma nas suas funções”, afirmou Luciane. “O objetivo é que ele seja uma ferramenta na qual a vítima de violência possa consultar para obter as orientações necessárias sobre como e onde pode ser feita a denúncia.”

 A parlamentar apresentou as principais ferramentas do site. Nele, estão informações como a legislação de proteção às mulheres, os endereços dos conselhos municipais de defesa dos direitos das mulheres, os dados sobre violência, a rede de proteção existente nos municípios, além de um espaço fixo, na página inicial do site, com telefones para denúncias e registros de boletim de ocorrência virtual.

 “É um site que está em construção, estará em constante atualização”, disse Luciane. “A questão da acessibilidade é algo que vamos aprimorar. Estamos abertos a todas as críticas, pois estamos todas envolvidas no mesmo objetivo: o fim da violência contra a mulher.”

 Luciane destacou o papel da ex-deputada Ana Paula Lima, autora da lei que deu origem à OVM, aprovada em 2015, além dos parlamentares estaduais, entre eles o presidente da Alesc, Mauro de Nadal (MDB), na implantação do observatório, em março deste ano.

 Fonte: ALESC

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

Mais de 40 atletas, paratletas e treinadores foram homenageados.
A solenidade foi proposta pelo presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB), e pela deputada Marlene Fengler (PSD).
Também participaram do evento representantes da Gerência de Educação do Deap, Comissão de Assuntos Prisionais da OAB Itajaí, Conselho da Comunidade e outros.