- A informação que gera opinião!

Prefeitura de Presidente Getúlio abre matrículas para curso de costura

Agora, a profissionalização vai acontecer em parceria com o Senai.

Por Redação

15 de julho de 2021

às 11:20

Compartilhe

 Após um ano de atividades suspensas devido a pandemia, a Escola de Costura, do Projeto Desemprego Zero, criado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Planejamento, volta a oportunizar getulienses. A partir de agora, o curso será de Costureiro Industrial do Vestuário e a profissionalização vai acontecer em parceria com o Senai e as inscrições poderão ser feitas a partir da segunda-feira (19).

 Os interessados deverão comparecer no primeiro andar da Prefeitura, das 9h às 12h e das 13h30 às 16h30. A documentação necessária para a matrícula inclui RG, CPF, comprovante de residência e histórico escolar.

 De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Planejamento, Mauri Weinrich, a iniciativa visa ofertar uma oportunidade de aprendizagem para quem está desempregado. “Vamos, em parceria com o Cras, oferecer a profissionalização a quem precisa de emprego e quem ganhará com isso é toda a sociedade”, enfatiza.

 O objetivo é capacitar primeiro as pessoas inscritas no CadÚnico e que são atendidas pelo Cras. “Nossa intenção é de que essas pessoas sejam capazes de prover seu próprio sustento por meio de uma atividade profissional, gerando sua independência”, declarou.

 O curso também deverá atender a demanda das indústrias por mão de obra qualificada. “Nós, enquanto gestores públicos, entendemos que esta é uma maneira de oportunizar famílias e de auxiliar empresas, que necessitam de profissionais capacitados”, completa o prefeito Nelson Virtuoso.

 A carga horária do curso será de 162 horas. Serão ofertadas 40 vagas e as aulas devem iniciar em agosto, em dois turnos. Depois de concluído, os alunos receberão um certificado.

 Fonte: Assessoria de Comunicação, Município de Presidente Getúlio

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.