- A informação que gera opinião!

Prefeitura de Presidente Getúlio entrega escritura para 33 famílias

As famílias são moradoras do Loteamento Koepsel, no bairro Niterói.

Por Redação

19 de agosto de 2021

às 11:40

Compartilhe

 Famílias getulienses moradoras do Loteamento Koepsel, no bairro Niterói, receberam, na manhã desta quarta-feira (18), as escrituras dos imóveis, na Prefeitura. A escrituração faz parte de um esforço da Secretaria de Assistência Social, através do programa Lar Legal, para regularizar a propriedade dos moradores.

 Os processos são julgados pelo Poder Judiciário e tiveram duração de seis anos. No início de 2021, o trabalho foi assumido pela empresa WS Regularização de Imóveis, que deu celeridade nos trâmites, para que entrega das matrículas fosse mais rápida.

 “A regularização fundiária era um compromisso da equipe e já estava em nosso plano de governo. Agora, 33 famílias têm a posse do terreno e com isso, mais segurança”, afirma o secretário de Assistência Social, Vanderlei Poffo.

 Dona Neusa de Sousa e o esposo Juventino Palmeira agradecem a Prefeitura pelo auxílio. Ela diz que a escritura era o que eles mais esperavam e que este é um sonho realizado.

 Nelson Virtuoso, prefeito, lembra que a entrega dos títulos de posse reflete diretamente na qualidade de vidas destas pessoas. “Com isso, o poder público poderá atuar neste loteamento, proporcionando condições dignas de moradia”, ressalta.

 No momento, existem mais processos tramitando para a regularização fundiária através do programa Lar Legal. Todos eles recebem apoio da Secretaria de Assistência Social.

 Fonte: Assessoria de Comunicação, Município de Presidente Getúlio

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.