- A informação que gera opinião!

Prefeitura de Rio do Sul oferece oficina de Permacultura

Evento acontece no dia 31 de julho, com inscrição gratuita e vagas limitadas, na Fundação Cultural.

Por Clóvis Eduardo Cuco

14 de julho de 2021

às 11:20

Compartilhe

 O Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura de Rio do Sul está organizando uma série de oficinas e palestras para multiplicar o conhecimento científico, estimular a população ao uso dos recursos naturais de forma responsável.

 A primeira oficina será uma introdução ao conceito de Permacultura, com a aplicação da técnica espiral de ervas aromáticas e medicinais. A oficina está marcada para o dia 31 de julho, das 13h30 às 18h30, na Fundação Cultural de Rio do Sul. O ministrante será o geógrafo e permacultor Márcio Gonçalves. As inscrições são gratuitas, podendo ser feitas através de link disponível no Instagram do Departamento de Meio Ambiente da prefeitura de Rio do Sul, com vagas limitadas.

 A oficina abordará os principais conceitos, éticas e princípios, e alguns exemplos de aplicabilidade nos assentamentos urbanos e rurais.

 Atualmente a permacultura é considerada uma ciência holística e de cunho socioambiental, que congrega o saber científico com o tradicional popular e visa, a permanência como espécie na Terra. É um sistema de planejamento de ambientes humanos complexos e sustentáveis em todos seus aspectos, onde cada item desse sistema tem suas características, necessidades e funções, sendo conectados de forma consciente pelo designer.

 Oficina – Introdução à Permacultura

 Ministrante: Márcio Gonçalves (Geógrafo e Permacultor)

 Local: Fundação Cultural de Rio do Sul

 Data: 31 de julho – 13h30 às 18h30

 Inscrições no Instagram do Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura de Rio do Sul

 Vagas limitadas

 Com informações de Cláudia Abreu – Departamento de Meio Ambiente

 Fonte: Departamento de Comunicação, Prefeitura de Rio do Sul

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.