- A informação que gera opinião!

Prefeitura de Rio do Sul terá ponto facultativo em 1º de novembro

Apenas serviços essenciais estarão abertos na data, que marcará o Dia do Servidor Público.

Por Redação

10 de setembro de 2021

às 13:00

Compartilhe

 A prefeitura de Rio do Sul comunica que no dia 1º de novembro haverá ponto facultativo nas repartições públicas municipais por conta da comemoração do Dia do Servidor Público.

 Terão atendimento normal na data somente serviços essenciais, como Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), o Centro de Triagem Covid-19, SAMU, Serviço de Transporte Tratamento Fora de Domicílio (TFD), Hemodiálise, Ambulância, Guarda Municipal e o Cemitério Municipal. O setor de farmácia da Secretaria de Saúde, além da Vigilância Sanitária e Epidemiológica estarão em plantão.

 No dia 28 de outubro, Dia do Servidor Público, o trabalho de todo o funcionalismo público municipal será normal.

 Programação de final de ano definida

 Em decreto de número 10.203, também está definida a programação de final de ano da prefeitura de Rio do Sul. O expediente será normal até o dia 23 de dezembro, sendo alternado período de férias e de ponto facultativo. Os serviços retornam em 10 de janeiro de 2022, com exceção daqueles considerados essenciais ou os de plantão.

 Fonte: Departamento de Comunicação, Prefeitura de Rio do Sul

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.