- A informação que gera opinião!

Prefeitura realiza desassoreamento de ribeirão no bairro Fundo Canoas

Limpeza solicitada pela associação de moradores deve durar todo o mês e ajuda na retirada de sedimentos e de entulho.

Por Redação

10 de agosto de 2021

às 12:20

Compartilhe

 Atendendo a uma solicitação da associação de moradores, a Secretaria de Obras e Agricultura de Rio do Sul iniciou o desassoreamento do Ribeirão Canoas, que fica no bairro Fundo Canoas. O Departamento de Meio Ambiente da prefeitura deu apoio ao ato, elaborando projetos necessários para a execução, aprovado através de Certidão de Conformidade Ambiental.

 O trecho a ser desassoreado é de pouco mais de 900 metros, com início a partir da região da rua Francisco Ferrari e término no beco Augusto Sofka. Essa ação compreende a remoção dos sedimentos e conformação e plantio de vegetação nas margens do ribeirão.

A execução dos serviços começou na semana passada, devendo ter continuidade durante todo o mês de agosto. Até o momento, além da limpeza do material comum em ribeirões, foram encontrados pneus, móveis e eletrodomésticos.

 Segundo o Departamento de Meio Ambiente, o desassoreamento mecanizado do Ribeirão Canoas, juntamente à conscientização da população é um importante instrumento no controle de cheias para aquela região. E a secretária de Obras e Agricultura, Adriana Iuncek Ramos, a colaboração da comunidade para a preservação do ribeirão é fundamental para a preservação do local. Ela observa que é importante a compreensão da comunidade no local durante a execução, já que haverá grande movimentação de máquinas e trabalhadores.

 Fonte: Departamento de Comunicação, Prefeitura de Rio do Sul

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.