- A informação que gera opinião!

Prefeitura tem conta de internet estimada em R$ 2 milhões no Alto Vale

Pente-fino nas finanças da administração municipal é obrigação dos vereadores, sugestão ao eleitor e garantia contra desvio de verbas públicas.

Por Redação

25 de agosto de 2021

às 19:10

Compartilhe

 A prefeitura de Ituporanga (SC) firmou um contrato de R$ 739 mil reais para fornecimento, acesso, interligação de rede e manutenção de internet nos órgãos da administração municipal. Porém, o valor estimado no parecer contábil atinge R$ 2.062.913,40. A contratação, homologada em maio deste ano pelo prefeito Gervásio José Maciel (PP), traz como vencedora da licitação a empresa Unifique Telecomunicações S/A, sediada em Timbó (SC), e prevê vigência de 60 meses.

 O negócio ocorreu na modalidade de pregão presencial. Os serviços listam o fornecimento de links de internet, pontos de acesso via fibra ótica e rádio e interligação de redes com fornecimento de equipamentos em comodato, além de manutenção e contratação de pontos extras conforme a demanda.

 As velocidades de conexão variam de 10 MB a 900 MB, neste caso, o link de “IP Dedicado, full duplex, com garantia de banda de 100% e no mínimo 20 IP´s fixos disponíveis” para instalação no prédio da prefeitura de Ituporanga e compartilhamento com secretarias e demais órgãos em tempo integral. Este item desponta com o custo mais alto do contrato: R$ 371.871,00.

 Curiosidade 1: “Três” que, na verdade, aparecem como apenas dois

 Assinado pela advogada do município Letícia Goedert Oliveira, o parecer jurídico (108/2021) do processo licitatório foi aprovado com “ok” também em relação à pesquisa de preços “com pelos menos três fontes distintas”, após atentar sobre a importância de uma pesquisa ampla, pois “a mera realização de [apenas] uma pesquisa de preço não é garantia de adequação dos valores apurados”.

 Porém, em consulta ao Portal da Transparência, na aba “Q.C.P” (Quadro Comparativo de Preços), aparecem apenas itens de duas empresas: UNIFIQUE Telecomunicações S/A (vencedora) e GGNET Telecomunicações Ltda (segunda colocada).

 Conforme as atas da licitação e do pregão, o julgamento das propostas de preços das proponentes ocorreu no dia 6 de maio de 2021, às 9h, na Sala de Reuniões da prefeitura de Ituporanga. Os documentos confirmam que somente representantes de duas empresas concorrentes do certame compareceram à Comissão de Licitação: Wilson Philippi Junior (UNIFIQUE) e Ede Carlos Vieira (GGNET).

 Curiosidade 2: Vitória “arrancada” até com três e quatro centavos

 No total constam valores de 15 tópicos no quadro de comparação de preços publicados lado a lado no sistema, todos sempre ligeiramente maiores na cotação atribuída à GGNET. De modo impressionante, as diferenças ficam até na casa dos centavos. É o que mostram exemplos de uma análise minuciosa.

 O item de maior preço do acordo, o “IP Dedicado, full duplex, com garantia de banda de 100% e no mínimo 20 IP´s fixos disponíveis” tem cotação de R$ 371.871,00 na UNIFIQUE e de R$ 372.374,21 na GGNET. Variação de R$ 503,21.

 Com pequena diferença semelhante entre preços, a “manutenção mensal de sete pontos de fibra com velocidade inicial mínima de 100 MB”, na UNIFIQUE tem valor de R$ 63.052,80; da GGNET, R$ 63.138,12. Variação de R$ 85,32.

 Mas os casos mais chamativos ficam por conta de outros dois itens da lista pública. Um, é a “instalação de pontos de rádio (50MB)”. A UNIFIQUE tem o preço de R$ 27,60. Já a GGNET, de R$ 27,64. Apenas R$ 0,04 (quatro centavos de real) acima. O outro item é a “instalação de ponto extra de rádio com velocidade mínima de 100 MB ou fibra” em cinco endereços. Na UNIFIQUE, R$ 23,20. Na GGNET, R$ 23,23. Somente R$ 0,03 (três centavos de real) acima.

 Com “menor preço, julgamento global”, a UNIFIQUE foi homologada vencedora da licitação em 12 de maio de 2021 pelo prefeito Gervásio José Maciel. O contrato prevê a prestação dos serviços pelo período de cinco anos, até 12 de maio de 2026.

 Estimativa de R$ 2 milhões

 Ao aprovar o processo licitatório, em 22 de abril de 2021, antes da publicação do edital, a advogada do município Letícia Goedert Oliveira termina o parecer jurídico com ressalvas. Ela diz que “esta Procuradora não possui competência para opinar sobre estimativa de preço”, entre outros itens do certame.

 Já o parecer contábil (S/N°) aparece datado de 25 de março de 2021 e em nome de Luis Augusto Wagner Scheeren, contador da prefeitura. O documento traz o valor estimado dos serviços de R$ 2.062.913,40 ao longo da previsão de 60 meses de contratação.

 A dotação orçamentária, do exercício de 2021 e dos anos subsequentes, utiliza recursos de três fontes: Gabinete do Prefeito e Vice, Secretaria da Administração e Secretaria da Fazenda. (Contrato Superior: 35/2021. Licitação: 21/2021).

 Foto: Arquivo/Prefeito Gervásio José Maciel

 Fonte: Da Redação

Últimas notícias

Com a ‘solução’ de pavimentação parcial nos dois lados do rio – que o governo encaminhou após suposta quebra de palavra de parceria do prefeito taioense com o gestor mirindocense...
Só em maio de 2022, remuneração dos 28 gestores municipais consumiu quase meio milhão de reais. Saiba quem são os campeões de ganhos na região.
VEJA! Após pressão, governo acaba de anunciar asfalto nas margens Direita e Esquerda, entre Mirim Doce e Taió