- A informação que gera opinião!

Prefeitura tem contratos de quase R$ 1 milhão para compra de combustível

O portal Alto Vale Agora ajuda você a ficar por dentro dos gastos dos prefeitos da região. Assim, fica mais fácil fiscalizar a aplicação do dinheiro público; e evitar desperdício.

Por Redação

5 de agosto de 2021

às 16:46

Compartilhe

 Carros oficiais que transportam gestores, máquinas que abrem bueiros ou patrolam estradas, caminhões que carregam cascalho, ambulâncias que deslocam pacientes e ônibus que levam estudantes têm algo em comum: todos, claro, precisam de combustível no tanque para rodar. E isso custa muito mais dinheiro do que o contribuinte pode imaginar.

 Salete: Dois contratos, 240 mil litros e quase R$ 1 milhão

 No Alto Vale do Itajaí, a prefeitura de Salete (SC), por exemplo, tem dois contratos públicos para a aquisição de combustível destinado a veículos e maquinários pertencentes à frota durante o ano de 2021.

 Os documentos aparecem como sendo os primeiros assinados pela atual gestão, em 4 de janeiro. A data também marcou o dia de estreia de trabalho oficial após a posse de “Chica” (Solange Schlichting, primeira prefeita mulher reeleita no município), e o vice-prefeito, José Tadeu Tenfen, os dois do Partido Liberal (PL).

 O contrato de maior valor foi firmado com a empresa ‘Auto Posto Vasick Ltda’ e apresenta custo de R$ 786.800,00. O negócio prevê o fornecimento de 60 mil litros de óleo diesel S10 (R$ 3,99/litro) e 140 mil litros de oléo diesel comum (R$ 3,91/litro).

 O outro contrato, com o fornecedor ‘Daros Comércio e Transportes de Combustíveis Ltda”, também de Salete, é de R$ 184.800,00 e prevê a entrega de 40 mil litros de gasolina comum (R$ 4,59/litro) e 200 unidades de ‘óleo 2 tempos’ para motossera – 200ml (R$ 6,00 /un.). 

 Ambos os contratos somam R$ 971.600,00, ou seja, quase R$ 1 milhão. Com validade até 31 de dezembro deste ano, os acordos sinalizam ainda que um possível ‘novo valor passará a vigorar a partir da assinatura do Aditivo’ com base em variações de mercado. A fonte citada dos recursos tem como órgão a Secretaria de Educação, Cultura e Desporto. 

 E aí?

 Você costuma tirar um tempo para saber como a sua prefeitura usa o dinheiro do povo?

 Fonte: Da Redação

Últimas notícias

Com a ‘solução’ de pavimentação parcial nos dois lados do rio – que o governo encaminhou após suposta quebra de palavra de parceria do prefeito taioense com o gestor mirindocense...
Só em maio de 2022, remuneração dos 28 gestores municipais consumiu quase meio milhão de reais. Saiba quem são os campeões de ganhos na região.
VEJA! Após pressão, governo acaba de anunciar asfalto nas margens Direita e Esquerda, entre Mirim Doce e Taió