- A informação que gera opinião!

Primeiro evento-teste com público imunizado recebe cerca de 500 pessoas em SC

Dos mais de 900 lugares disponíveis no local, cerca de 500 foram utilizados.

Por Redação

30 de julho de 2021

às 09:20

Compartilhe

 Santa Catarina foi palco de um dos primeiros eventos-teste do país, nesta quinta-feira, 29, na Grande Florianópolis. O local escolhido foi o Teatro Ademir Rosa, do Centro Integrado de Cultura (CIC), que, após 16 meses, recebeu o show gratuito da Camerata Florianópolis interpretando Mendelssohn e Beethoven. Dos mais de 900 lugares disponíveis no local, cerca de 500 foram utilizados para acompanhar a apresentação e servir como demarcação de segurança sanitária. O número foi pautado pelos pesquisadores que farão o monitoramento dos participantes pelos próximos 15 dias.

 Um dos momentos comoventes da apresentação da Camerata foi protagonizado por um cantor de 28 anos que fez uma canção para o pai, internado à época com Covid-19. Ao lado da orquestra, Everton Leonardo Dreschler, conhecido como Jack, homenageou os profissionais de Saúde que atuam há mais de um ano e meio no combate ao Coronavírus.

 “Nossa intenção com o evento foi ir além de um concerto musical. Foi avaliar a segurança sanitária de eventos desse porte por meio de pesquisa científica. Colheremos o resultado daqui a alguns dias. Mas o acontecimento já foi um primeiro passo importante. Trabalhamos de forma uníssona e multissetorial, com a contribuição de todos. Com os protocolos sanitários da Secretaria de Estado da Saúde (SES), a pesquisa da Univali e Unisul, o apoio do Senac e da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), além do acompanhamento próximo da nossa Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), tivemos o máximo cuidado com as pessoas”, apontou o governador Carlos Moisés.

 Fonte: Secom/SC

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.