- A informação que gera opinião!

Programa Lar Legal beneficiará 17 famílias de Lages com escritura gratuita de terrenos

O Cartório de Registro de Imóveis fará a abertura das matrículas individualizadas e a averbação da sentença na matrícula do imóvel.

Por Redação

9 de julho de 2021

às 12:40

Compartilhe

 A juíza Iolanda Volkmann, cooperadora na Vara da Fazenda da comarca de Lages exclusivamente para os processos vinculados à regularização de lotes em áreas urbanas no Estado pelo programa Lar Legal, julgou procedente o pedido de um grupo de moradores lageanos que buscou na Justiça o reconhecimento de domínio. Os 17 moradores serão beneficiados de forma gratuita com escrituras individualizadas dos terrenos onde vivem.

 O município de Lages é o proprietário legal da área, situada no bairro Habitação, e manifestou expressa concordância com o pedido. Declarou que já existem no local malha viária, rede de drenagem de águas pluviais, energia elétrica e água potável entre outros equipamentos urbanos. Os terrenos não estão em área de preservação permanente ou de risco.

 Os moradores apresentaram documentos comprobatórios da posse como carnê do IPTU, declaração da Celesc, contrato de compra e venda e fatura de água/esgoto entre outros. Alguns comprovaram possuir os terrenos há três décadas. “Como se constata, robustos são os elementos indicando tratar-se, efetivamente, de situação consolidada e passível de regularização”, destaca a magistrada na sentença.

 O Cartório de Registro de Imóveis fará a abertura das matrículas individualizadas e a averbação da sentença na matrícula do imóvel. Depois, a coordenadoria do programa Lar Legal e a direção do Fórum da comarca de Lages serão os responsáveis em retirar a certidão no cartório. Tão logo a documentação esteja pronta, haverá a entrega aos proprietários.

 Sobre o programa

 O programa Lar Legal é uma iniciativa encabeçada pelo PJSC com o apoio do Ministério Público, AMC, OAB, Fecam e prefeituras municipais. Com 22 anos, o Lar Legal firma-se como um dos grandes programas de regularização fundiária do país, ao garantir que famílias recebam a documentação que comprova que o terreno pertence ao morador. Ao todo, milhares de títulos já foram entregues pelo programa Lar Legal em diversos municípios catarinenses.

 Fonte: TJSC

Últimas notícias

Suspeita de fraude milionária com recursos federais envolve entidade de assistência social contratada por duas prefeituras catarinenses entre 2014 e 2016 e que, depois, com outro nome, firmou contrato com uma terceira prefeitura entre 2018 e 2020. Operação foi deflagrada em oito municípios.
Docente teria constrangido adolescentes a tal ponto que elas não queriam mais entrar na sala de aula. Fonte contou ao portal Alto Vale Agora que as estudantes relataram olhares insinuantes e piadas sujas dele no ambiente escolar.
Eder Ceola pede “instauração de Inquérito Civil Administrativo” contra Rozi Terezinha de Souza para apurar pagamentos totais de R$ 1,2 milhão a médico credenciado pela prefeitura.