- A informação que gera opinião!

Rio-sulenses conquistam medalhas de prata no Sul-Americano de Atletismo Sub-20

O evento foi realizado em Lima, no Peru.

Por Redação

13 de julho de 2021

às 11:00

Compartilhe

 Vinicius Avancini e Alana Amorim, atletas da Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul, conquistaram medalhas de prata no Campeonato Sul-Americano de Atletismo Sub-20 no final de semana. O evento foi realizado em Lima, no Peru. Esse é um dos resultados mais importantes da modalidade nos últimos anos.

 Ambos os atletas foram revelados nas escolinhas de atletismo do município. Avancini conquistou a prata no arremesso do peso, ao fazer a marca de 17,31 metros, a melhor da sua carreira. Já Alana foi a segunda colocada na equipe brasileira no 4×100. Com o resultado os atletas têm direito a receber bolsa internacional.

 Ambos integraram a Seleção Brasileira da modalidade e conquistaram os índices no Campeonato Brasileiro de Atletismo após se destacarem em suas provas. As duas medalhas ajudaram o Brasil a manter a hegemonia na competição. Novamente o país foi campeão geral. Na contagem final, a equipe brasileira conseguiu 40 medalhas, sendo 17 de ouro, 11 de prata e 12 de bronze. A Colômbia ficou em segundo lugar, com 25 (11, 8 e 6), seguida da Argentina, com 23 (8, 7 e 8).

 Conforme Avancini, o resultado veio graças à muito esforço e trabalho. Ele destacou os protocolos da Covid-19 para realização do evento, já que os atletas ficaram confinados e passaram por testes para as disputas.

 “É um período difícil para se competir, mas essa medalha tem um gostinho ainda mais especial, porque viemos trabalhando muito todos os dias, é treino e prática, correção de movimento, viagens longas. É uma sensação única conquistar uma medalha internacional pelo meu país, estar no pódio. Só tenho que agradecer meu treinador, minha família e todos que me ajudaram a chegar até aqui”, comentou.

 Já Alana se disse emocionada pela conquista. Ela foi a primeira a competir no revezamento 4×100 pela equipe brasileira. “Não há como expressar ou falar muita coisa, é uma emoção muito grande. Uma alegria que poucas vezes a gente pode sentir. Essa medalha dá um ânimo e um impulso muito grande para continuarmos a treinar, a se dedicar. Agradecimento ao meu técnico Jeferson Bagatoli e todos que me ajudaram a chegar até aqui”, falou.

 Fonte: Arthur Hoffmann – Departamento de Comunicação Fundação Municipal de Desportos, Prefeitura de Rio do Sul

Últimas notícias

Ao responsabilizar secretária Rozi Terezinha de Souza pela irregularidade envolvendo servidor que não bateu ponto no intervalo do almoço durante um ano, Eder Ceola foi enfático: “Ela tem que devolver esses R$ 7 mil [que o médico faturou a mais por mês] para o povo.” E acrescenta: “O que mais me deixa triste, é que dava pra tirar todas as filas da ressonância” com o dinheiro das horas extras pagas ao especialista de forma indevida.
Gestor público taioense terá que se empenhar bem mais para garantir a liberação de outros R$ 6 milhões necessários à construção do anexo do Hospital e Maternidade Dona Lisette e cumprir promessa de instalação de uma UTI no quinto andar do futuro bloco.
Para vergonha da sua gestão, Horst Alexandre Purnhagen (MDB) mantém o fracasso que vem do mandato anterior. O político ainda não conseguiu concluir uma simples ponte estaiada bem no coração da cidade. E o pior: um aditivo, recém-assinado, fez o custo do serviço aumentar R$ 470 mil.