- A informação que gera opinião!

Salete promove dia D da vacinação e cuidados com a saúde

A vacinação é para quem tem 18 anos ou mais.

Por Redação

27 de agosto de 2021

às 14:00

Compartilhe

 Profissionais da área de saúde da prefeitura de Salete preparam uma mobilização para o dia D da vacinação contra Covid-19 além de outros atendimentos. A ação será neste sábado, 28/08, no pátio da Unidade Básica de Saúde Dona Felícia May (ESF2), ao lado do Ginásio Municipal. Todas as pessoas com 18 anos de idade ou mais, que ainda não se vacinaram, poderão receber a primeira dose da vacina contra Convid-19 das 9h às 16h. Já as pessoas que receberam a primeira dose nos dias 9,10 e 11 de junho poderão ser vacinadas com a segunda dose, também neste sábado.

 Além da vacinação, das 8h ao meio-dia, as pessoas poderão realizar testes rápidos, glicemia, hepatites B e C, teste de HIV, sífilis e verificação de pressão. A intenção da Secretaria é oferecer os serviços para as pessoas, principalmente os trabalhadores que não podem usar os serviços de saúde durante a semana. Profissionais da saúde vão fazer orientações e atendimentos, nutricionista, naturóloga, e explanação sobre programa de prótese dentária com inclusão de pacientes que tenham interesse.

 Na ocasião, será lançada a campanha de coleta de medicamentos que não estão mais em uso, que estão vencidos ou que sobraram de algum tratamento. As poderão levar no local.  Ações contra a dengue também estarão sendo apresentadas, como orientações da equipe com a participação do mosquitão e o lançamento da Campanha de Coleta de Pneus usados. Caso chova, o atendimento será no Ginásio Municipal de Esportes.

 Fonte: Assessoria de Comunicação, Município de Salete

Últimas notícias

Ao responsabilizar secretária Rozi Terezinha de Souza pela irregularidade envolvendo servidor que não bateu ponto no intervalo do almoço durante um ano, Eder Ceola foi enfático: “Ela tem que devolver esses R$ 7 mil [que o médico faturou a mais por mês] para o povo.” E acrescenta: “O que mais me deixa triste, é que dava pra tirar todas as filas da ressonância” com o dinheiro das horas extras pagas ao especialista de forma indevida.
Gestor público taioense terá que se empenhar bem mais para garantir a liberação de outros R$ 6 milhões necessários à construção do anexo do Hospital e Maternidade Dona Lisette e cumprir promessa de instalação de uma UTI no quinto andar do futuro bloco.
Para vergonha da sua gestão, Horst Alexandre Purnhagen (MDB) mantém o fracasso que vem do mandato anterior. O político ainda não conseguiu concluir uma simples ponte estaiada bem no coração da cidade. E o pior: um aditivo, recém-assinado, fez o custo do serviço aumentar R$ 470 mil.