- A informação que gera opinião!

Saúde de Rio do Sul informa gestantes sobre regras de vacinação contra a Covid-19

Por ter doses da Astrazeneca, ideal é que mulheres grávidas não participem de Drive-Thus promovidos pelo município.

Por Clóvis Eduardo Cuco

12 de julho de 2021

às 09:40

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 A Secretaria de Saúde de Rio do Sul informa às gestantes que ainda não foram vacinadas contra a Covid-19 no município, que evitem realizar inscrição para Drive-Thrus promovidos pela prefeitura. A cidade tem recebido doses de vacina do laboratório da Fiocruz/Astrazeneca, produto não recomendado pela Anvisa para aplicação em mulheres grávidas e, por isso, é importante fazer uma conferência antecipada da condição da pessoa antes da aplicação.

 A partir das próximas inscrições em Drive-thrus abertos pelo município, serão exibidos alertas sobre a possibilidade ou não das gestantes se cadastrarem. Isso vai depender das doses disponíveis para o evento, já que vacinas de outros laboratórios podem ser aplicadas nas mulheres nesta condição. A Secretaria de Saúde de Rio do Sul não divulga qual vacina está disponível para aplicação, para evitar escolha do produto. Isso acaba interferindo no ritmo da campanha e não é recomendado pelo Ministério da Saúde.

 A vigilância epidemiológica de Rio do Sul informa que toda gestante que ainda não foi imunizada, pode procurar a vacina na unidade de saúde do bairro onde reside, ou na Policlínica, sempre com prescrição médica, além de documentos de identidade e CPF, ou cartão nacional do SUS. Em nenhuma hipótese, a mulher será imunizada com produto da Fiocruz/Astrazeneca enquanto permanecer a recomendação da Anvisa.

 Vacinação de lactantes contra a Covid-19 é ampliada

 A partir de segunda-feira (12), mulheres lactantes com filhos maiores de dois anos poderão ser vacinadas contra a Covid-19 independente da idade, em Rio do Sul. As vacinas estão disponíveis nas unidades de saúde, mediante agendamento, ou na Policlínica, para aqueles bairros da região central ou que não tem cobertura de unidade básica de saúde.

 Tanto as lactantes como aquelas mulheres que tiveram bebê em período menor, devem comprovar a sua condição por meio de relatório médico, carteira de acompanhamento da gestante/pré-natal, declaração de nascimento da criança ou certidão de nascimento, além do relatório médico ou prescrição indicando a vacina Covid-19.

 As lactantes deverão comprovar a sua condição mediante apresentação de prescrição ou declaração médica, além de documento de identidade com foto e/ou cartão SUS.

 Informações sobre a vacinação contra a Covid-19 em Rio do Sul: https://bit.ly/painelvacinariodosul

 Fonte: Departamento de Comunicação, Prefeitura de Rio do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas notícias

Dos mais de 900 lugares disponíveis no local, cerca de 500 foram utilizados.
A recomendação de antecipar a vacinação nestes municípios veio do Ministério da Saúde (MS).
É essencial que todo cidadão realize testes para a detecção das hepatites virais pelo menos uma vez na vida.