- A informação que gera opinião!

Secretaria de Assistência Social investe em edredons para doação

A ação de Presidente Getúlio beneficiará aqueles que estão na lista de espera, preenchida de acordo com o cadastro social do Cras.

Por Redação

16 de julho de 2021

às 18:00

Compartilhe

 Com a chegada do inverno, a procura por cobertores no Cras de Presidente Getúlio aumenta a cada dia. Para ajudar a aquecer as famílias necessitadas e dar mais dignidade nos dias de frio intenso, a Secretaria de Assistência Social investiu R$ 8.750 em mantas e edredons.

 Foram adquiridos 100 edredons e 50 mantas. A entrega está sendo feita àqueles que estão na lista de espera, preenchida de acordo com o cadastro social do Cras.

 O secretário de Assistência Social, Vanderlei Poffo, reforça o pedido por cobertores, cobertas, edredons, mantas e roupas de frio. “Participamos da campanha Cobertor Solidário, mas infelizmente, a arrecadação foi baixíssima. Então, toda ajuda continua sendo bem-vinda”,diz.

 Famílias que necessitam, devem entrar em contato com a Secretaria de Assistência Social e realizar um cadastro. O Cras está localizado em anexo ao Clube Camioneiros e o telefone para contato é o 3352-2148.

 Recurso

 A aquisição das mantas e cobertores foi feita através do recurso que vem do Governo Federal para ações de enfrentamento a pandemia. Com isso, a Secretaria de Assistência Social pretendeu também, promover melhores condições de alojamento, isolamento, provisão e outras demandas que atendam às determinações sanitárias, como a entrega de kits com álcool e água sanitária aos usuários do Cras.

 Fonte: Assessoria de Comunicação, Município de Presidente Getúlio

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.