- A informação que gera opinião!

Senado aprova MP que muda tributação de bancos, indústria química e Zona Franca

O Senado promoveu mudanças no texto original, que teve relatoria do senador Ciro Nogueira. A MP agora volta para a Câmara e precisar ser concluída até o dia 28 de junho para não perder a validade.

Por Redação

23 de junho de 2021

às 11:00

Compartilhe

 O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (22) a medida provisória que aumenta a tributação sobre o lucro de bancos, reduz benefícios tributários da indústria química e retira isenção sobre combustíveis e derivados na Zona Franca de Manaus (MP 1.034/2021). Ela também revisa a distribuição das receitas das loterias esportivas.

 O Senado promoveu mudanças no texto, que volta para a Câmara dos Deputados. A MP precisa ser concluída até o dia 28 de junho para não perder a validade.

 A intenção da proposta é compensar a redução das alíquotas de impostos que incidem sobre o óleo diesel e o gás de cozinha. Na sua versão original, a MP abordava apenas a tributação dos bancos e da indústria química, e também continha regras que limitavam a aquisição de automóveis com redução de imposto por pessoas com deficiência. A Câmara dos Deputados acrescentou a Zona Franca e as loterias, e o Senado removeu as mudanças para a compra de automóveis.

 O relator da proposta, senador Ciro Nogueira (PP-PI), havia aceitado o texto produzido pela Câmara, mas o Plenário decidiu incorporar três emendas dos parlamentares.

 O líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), anunciou que o Executivo deverá vetar o trecho referente à Zona Franca, porque esse tema precisaria ser tratado através de um projeto de lei complementar (MPs só alcançam assuntos de lei ordinária).

 Fonte: Agência Senado

Últimas notícias

Ao todo, 963 unidades escolares, de um total de 1.064, passaram por melhorias.
Alto risco ronda pacientes das Unidades Básicas de Saúde Vila Mariana e Centro/Palmital. Aviso foi divulgado em nome da secretária de Saúde, Rozi Terezinha de Souza. Mensagem tenta amenizar a gravidade da situação ao informar que locais de atendimento estão “temporariamente sem médicos”. Como se tal circunstância não fosse um absurdo inadmissível. O anúncio nem sequer diz quando novos profissionais assumirão as vagas. Apenas sustenta que Rozi “já” tomou providência. Mas, diante de tamanha ameaça, o portal Alto Vale Agora troca o “já” de Rozi por um “POR QUE” dirigido à secretária. Leia e entenda...
Esses projetos receberão os recursos em até quatro parcelas.